Imagens

  • Últimas
  • Mais Vistas

Local

Meteorologia

12°
Hoje, 22 de Janeiro

Opinião

Afonso Camões

O capitalismo no divã

Numa dúzia de anos, lá para 2030, mais de metade dos atuais postos de trabalho estarão automatizados ou terão ficado obsoletos, ou seja, mais máquinas no lugar de pessoas. Três quartos das quinhentas maiores empresas do Mundo terão desaparecido ou terão sido trocadas por outras. 60 por cento dos empregos em que se ocuparão aqueles que hoje entram na escola ainda nem sequer foram criados. As previsões são do Fórum Económico Mundial, a cimeira das elites planetárias que anualmente se reúnem em Davos, na Suíça.

José Manuel Diogo

O fim do mundo livre

No dia das eleições americanas escrevi que, para a América, Donald Trump era melhor que Barack Obama, e caíram-me em cima o Carmo e a Trindade. Depois, o professor Félix Ribeiro disse-me à mesa de um jantar que Obama foi o único presidente que não amou a América, e desvalorizei logo todas as barbaridades que disseram de mim na internet. Mas agora Obama foi-se embora e todas as intervenções públicas do milionário presidente vêm confirmar uma realidade temível: que aquele género de políticos humanitários, transnacionais, integradores e consensuais vai acabar. Donald Trump não é o líder do mundo livre, é apenas o presidente da América. O mundo livre já era.

A sua Opinião

Concorda com a descida da Taxa Social Única?

Evasões

Santo Tirso

Passear entre mosteiros

Chama-se Entre Mosteiros, este pequeno trilho de 12 quilómetros que percorre as freguesias de Roriz, São Mamede de Negrelos e Vilarinho, no concelho de Santo Tirso, estabelecendo a ligacão entre os mosteiros de Roriz e Vilarinho. Por entre campos agrícolas e pequenas unidades fabris do setor têxtil, este território e também conhecido pelos inúmeros monumentos religiosos, tão bem presentes ao longo desta caminhada. Andando apenas algumas centenas de metros chega-se ao mosteiro de Santa Escolástica (na imagem), habitado por uma comunidade de monjas beneditinas da Rainha dos Apóstolos, que, entre o recolhimento conventual, se dedica também a confeção de doçaria, como as bem conhecidas (e deliciosas) bolachas de Roriz.