Local

Meteorologia

16°
Hoje, 26 de Fevereiro

Opinião

Afonso Camões

A mãe de todas as dívidas

Crescemos, a maior parte de nós, na ideia de que progresso é deixarmos aos nossos filhos melhores condições de vida do que as que herdámos dos nossos pais. Era um equívoco. Estudos recentes revelam que a maioria dos europeus nascidos na década de 80 (os chamados "millenials") são a primeira geração desde a Segunda Guerra que chega aos 30 anos com rendimentos menores do que os nascidos na década anterior. Era ilusão nossa: afinal, o elevador não anda só para cima. Quebrou-se o paradigma. E, por cá, bastam-nos pequenos exemplos para confirmar a regra. Um em cada três dos nossos jovens não tem emprego. Quatro em cada cinco novos empregos são a prazo, com salários entre os 600 e os 900 euros. E são mais de 300 mil (os chamados nem-nem) aqueles que, entre os 15 e os 34 anos, nem estudam nem trabalham.

A sua Opinião

Quem segue em frente na Champions?