Viana do Castelo sob o signo do caracol

 | 14.03.2013 - 00:30
De onde vem o leite? O movimento Slow Cities existe, entre outras coisas, para evitar que os miúdos respondam "do pacote que a mãe compra no supermercado", em vez de "da vaca", a resposta certa.
 
DR
Viana do Castelo formaliza hoje a sua candidatura ao movimento internacional das Slow Cities

Um caracol que transporta alguns prédios na carapaça é o símbolo das slow cities, uma rede internacional que na verdade se chama Cittaslow, denunciando assim a sua origem - foi iniciado em 1999, em Itália, a partir do movimento da Slow Food.

Contrariar um estilo de vida em que as pessoas andam sempre a correr de um lado para o outro é um dos princípios deste movimento a que Viana do Castelo vai formalizar o pedido de adesão no decorrer de um congresso internacional, que se inicia hoje e decorre até sábado, no Teatro Sá de Miranda, contando com a presença de Pier Giorgio Oliveti, o presidente internacional da Cittaslow.

"Valorizar o que é local, aproximando os produtos do consumidor, é uma das preocupações do movimento, porque assim não só se reduz a pegada ecológica e se reforça a sustentabilidade da Terra como também se estimula a fileira produtiva do Alto Minho", explica Ana Paula Vale, bióloga e subdiretora da Escola Superior Agrária de Ponte do Lima, que integra o Politécnico de Viana (IPVC).

Ana Paula refere ainda a importância dos mercados da terra - onde, aos fins de semana, se transacionam os produtos locais - serem visitados pelas crianças, para que não se repita cá o que acontece nas escolas de Nova Iorque em que os alunos rabiscam no papel uma embalagem com coxas de frango quando os professores lhes pedem para desenharem uma galinha.

O IPVC, a Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC) e a Câmara Municipal são os promotores da Viana Criativa, a associação que organiza o congresso, subordinado ao tema "Cittaslow - Ambiente favorável à criatividade".

"Ao agrupar diferentes abordagens, semânticas, práticas, vivências e dinâmicas, a Viana Criativa é um espaço ótimo para a partilha de conhecimentos e a geração de um ambiente favorável à criatividade", explica Maria José Guerreiro, a vereadora responsável pela Educação e Cultura na Câmara de Viana.

Ler Artigo Completo
 
 

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado




 
Tem alguma informação para corrigir ou para acrescentar a este conteúdo?
Escreva-nos
 
Unibanco - JN 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
JN Descontos Geral 300x100
 

Futebol

Vídeos da Liga
Liga Zon Sagres
Classificação
Resultados
Próxima Jornada
1 - Benfica (19)
2 - FC Porto (15)
3 - V. Guimarães (14)
4 - Sporting (13)
5 - Marítimo (12)
6 - Rio Ave (11)
7 - Sp. Braga (11)
8 - P. Ferreira (11)
9 - Belenenses (11)
10 - V. Setúbal (8)
11 - Académica (7)
12 - Moreirense (7)
13 - Arouca (7)
14 - Boavista (7)
15 - Estoril (6)
16 - Nacional (5)
17 - Penafiel (4)
18 - Gil Vicente (2)

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 28ºC
  • 17ºC
  • HOJE
  • 28ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled