JN DIRETO

Local

Meteorologia

34°
21°
Hoje, 19 de Agosto

Opinião

Pedro Silva Pereira

Passos e a tentação populista

O discurso de Passos Coelho no comício do Pontal, em que acenou com supostas ameaças à segurança derivadas das recentes alterações à lei de estrangeiros, traduz uma nova e perigosa cedência do ainda líder do maior partido da Oposição à tentação populista, depois do apoio que deu ao discurso xenófobo da candidatura do PSD à Câmara de Loures. Com coisas sérias não se brinca: esta deriva populista deve ser combatida por todos os que prezam a nossa tradição multicultural e a nossa política humanista de integração dos imigrantes.

Margarida Fonseca

#loucos

"Tens medo de quê?" - a pergunta, feita no meio do breu da serra onde o carro avariara, foi feita a tremer. Estávamos os dois. O meu pai e eu. Sentados a olhar para todo o lado. Só se ouvia o vento e o silêncio cortado por ele ao bater nas árvores. Não havia telemóveis na altura, a estrada não tinha casas por perto nem solução mecânica à vista. O meu pai demorou a responder. Sabia que eu tinha medo do escuro, do desconhecido, do imprevisível. Depois, com voz pausada, disse: "Tenho medo dos que perdem a sanidade mental". "Dos loucos?". "Dos loucos que não parecem loucos". Fiquei a pensar na ideia de haver loucos a viver a nosso lado sem revelar loucura. "Isso é o pior dos medos", quase gritei. Ele terminou a conversa assim: "Terás de lidar com isso. Ou ficas prisioneira". "Tens medo de quê?" - pergunto--me ao escrever estas linhas, num dia de sol, segura em casa. O medo dos loucos que não parecem loucos voltou. Na televisão passam imagens de uma multidão em Barcelona a gritar "Não temos medo". Alguns choram. Vejo as caras dos loucos e não lhes vejo loucura. São da idade do meu filho. São rapazes com rostos como outros. Lembro Nice, Berlim, Londres, Estocolmo, Paris. "Tens medo de quê?", pergunto ao meu filho. A resposta sossega-me. "Que não me deixes ir a esses lugares".

Miguel Conde Coutinho

#chegadetrump

Esperava-se muita coisa de Donald Trump: que continuasse o estilo boçal de jagunço, que mantivesse a pose de menino dourado insolente e mimado, ou que persistisse na toada errática própria de quem muito fala e nada diz. O que ninguém esperava era que tivesse dificuldade em condenar sem reservas e com veemência atos e palavras neonazis e antissemitas. Mesmo depois da morte de uma mulher, durante uma manifestação, em Charlottesville, em que se defrontaram cabeças rapadas e ativistas pelas minorias. Trump, em conferência de Imprensa, conseguiu ainda dois feitos extraordinários. Colocou os dois lados no mesmo plano de igualdade moral e, como se não bastasse, disse ainda que havia "boas pessoas" do lado dos neonazis, embora não haja registo que nenhum desses excelentes indivíduos tenha ficado particularmente ofendido com os cânticos contra os judeus, as ofensas aos negros e as ameaças de morte, bem documentadas por uma reportagem da Vice, que recomendo. De uma penada, Trump conseguiu ofender quase toda a gente, incluindo todos os que morreram em combate para espezinhar e arrumar para o mais escondido canto da História a deplorável ideologia nazi.

A sua Opinião

O videoárbitro vai diminuir a contestação aos juízes?

Evasões

Evasoes

A sandes de presunto da Badalhoca chega ao Mercado do Bom Sucesso

Quando a fome se unia aos desejos por uma sandes de presunto, os portuenses rumavam até Ramalde, à procura da mais famosa da cidade: a sandes de presunto da Badalhoca. Em 2013, Tiago e Hélio Sequeira levaram a especialidade até à Baixa e, a partir deste sábado, 19 de agosto, a sandes passa também a ser servida no Mercado do Bom Sucesso. O novo espaço da Taxca, conceito de petiscos tradicionais portugueses que os irmãos lançaram na Rua da Picaria, instalou-se no local onde, até há pouco tempo, moraram os chocolates Leonidas. Mantém-se o nome e também a carta recheada […]

Evasoes

Lisboa: Há tours elétricos com desconto sábado e domingo

É uma promoção «sem travões» da Live Electric Tours: este fim de semana, dias 19 e 20 de agosto, o passeio Lisbon Light, para percorrer vários locais da frente ribeirinha de Lisboa num carro elétrico, custa apenas 10 euros (em vez dos habituais 55 euros). Para isso é necessário utilizar o código promocional crazyweekend no momento da reserva do passeio, no site desta empresa de passeios turísticos que detém uma frota de cinco Renault Twizzy para alugueres dos 25 aos 59 euros, e com durações diferentes conforme as rotas. Mas se até aqui tudo parece relativamente normal, a surpresa é […]

Evasoes

10 ideias para aproveitar ao máximo o fim de semana em Lisboa

À sombra das árvores do Jardim da Estrela a ouvir música, de pé na areia na Baía de Cascais a ver um concerto, num largo de Lisboa ainda meio escondido ou perante uma piza colorida e fotogénica, este fim de semana todos têm desculpa para pegar na máquina fotográfica ou no telemóvel e começar a fotografar. Percorra a fotogaleria acima para conhecer 10 sugestões de programas para o fim de semana em Lisboa.     Leia também: Volta a Lisboa em 15 locais para tomar o brunch À descoberta dos largos (quase) secretos de Lisboa 12 ideias para um fim […]

Evasoes

8 planos para um fim de semana de quente no Porto

A meteorologia anuncia temperaturas próximas dos 40ºC para os próximos dois dias. Felizmente, esses dias são sábado e domingo, dias de descanso para a maioria dos portuenses que optaram por ficar pela cidade em agosto. Ficar em casa não é opção e os planos são aliciantes, a começar por um brunch no emblemático e renovado café Astória. Convém levar a máquina fotográfica em punho, para aproveitar as celebrações do Dia Mundial da Fotografia, já este sábado. Vai também ser possível passear pelo fresco da noite nos trilhos de Serralves, experimentar os novos pratos vegetarianos da cidade e pôr fim ao […]

Evasoes

Há um novo terraço para ver o pôr do sol no Algarve

Abriu no passado dia 22 de julho e fica no sexto andar do remodelado Tivoli Carvoeiro. Lá em baixo, o mar a perder-se no horizonte e as piscinas do hotel, juntamente com o verde que preenche a falésia, proporcionam uma vista e uma palete de cores deslumbrante. E o pôr do sol convida a chegar mais cedo. A esplanada ocupa uma vasta área, com espaço para mais de 300 pessoas, e ainda há lugar para palmeiras, chapéus-de-sol, sofás e puffs. Mas nada está amontoado e há liberdade para circular. Tem seis mesas numa espécie de varandins, um pouco mais isoladas […]