JN
Diretor Interino
Alfredo Leite

Saber não ouvir

Publicado

 

Devo ser dos poucos portugueses que não conseguem ter opinião peremptória sobre as causas e modos de combater os incêndios florestais. Esta minha hesitação vem desde que, há 27-anos-27, organizei e reportei, no 'Diário de Notícias', uma mesa-redonda com algumas das pessoas mais habilitadas sobre o assunto, e verifiquei que, desde então, poucas dúvidas e controvérsias foram superadas pelos especialistas e decisores.

Para dar um exemplo: quando então se falou na «limpeza das matas», alguém conhecedor explicou, branda e pedagogicamente, que é preciso muito cuidado e ciência, porque o subbosque é uma garantia de manutenção da humidade dos terrenos e da sobrevivência das árvores. Não se pode «limpar» a eito.

Limpar as matas exige conhecimentos, sabedoria. É, pois, uma tarefa muito mais adequada aos infatigáveis cérebros dos deputados do CDS do que aos semianalfabetos beneficiários do rendimento mínimo. Tal como acredito que estes, se fossem deputados, produziriam muito mais ideias para pôr outros a trabalhar sem paga do que os prodigiosos criativos de Paulo Portas.

Como jornalista, de incêndios, sei o que dizem o bom senso e os psicólogos que estudam o assunto, em matéria de divulgação de imagens: é preferível mostrar o que ficou queimado do que aquilo que está a arder, para não entusiasmar os doentes da piromania. E que não devem ser estimulados sentimentos de pânico, vingança e ódio cego entre as testemunhas dos fogos, evitando dar-lhes a palavra ao vivo e em directo, sem nos asseguramos do princípio deontológico de só entrevistar pessoas em condições de serenidade e responsabilidade.

Esta prudência tem a ver com as vítimas desesperadas, mas igualmente com os mirones e outros que fazem da mediatização o seu modo de vida. A prevenção de não ouvir nem dar voz estende-se, por exemplo, àquele presidente de câmara que defendeu, quiçá entontecido pela fumaça da floresta, que os incendiários deviam ser obrigados, como medida acessória da pena, a ajudar a apagar os incêndios. Não se sabe se o condenado deveria apagar o fogo que ateou - o que levaria o tribunal a interditar a acção dos bombeiros durante três a seis anos, para que o suspeito o fosse apagar, quando transitada a sentença em julgado - ou se de futuros incêndios, algo como reeducar uma raposa obrigando-a a guardar a fauna sobrevivente do galinheiro que depredou.

E quais as penas principais e acessórias para os assim-chamados responsáveis que fazem declarações incendiárias na vertigem do populismo mediático?

ImprimirImprimirEnviarEnviarEstatísticas
Partilhar
 [?]
 
 
 

Porto encheu-se de música e gente

VER VÍDEO




Japão cria sensor que deteta álcool ou drogas no sangue do condutor
Investigadores japoneses desenvolveram uma tecnologia que pode ser colocada no assento de um automóvel e detetar se o condutor...

Quem deveria ser selecionador nacional?

Fernando Santos
Jesualdo Ferreira
José Peseiro
outro
 

 

Um morto em despiste de trator

O despiste de um trator num caminho agrícola na localidade de Montes, concelho de Alcobaça, provocou um morto e um ferido ligeiro, disse à Lusa fonte da GNR.

   
 
Mais Notícias

Jackpot de 87 milhões de euros na próxima sexta-feira

O concurso do Euromilhões da próxima sexta-feira vai ter um jackpot de 87 milhões de euros, uma vez que não houve qualquer apostador a acertar no primeiro prémio do sorteio desta terça-feira, anunciou a Santa Casa da Misericórdia.

Luís Filipe Vieira desvaloriza derrota do Benfica

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, desvalorizou esta terça-feira a derrota por 2-0 dos "encarnados" com o Zenit, na Liga dos Campeões de futebol, defendendo que a equipa mostrou estar no caminho certo.

Portas diz que Governo vai trabalhar para encontrar "melhor solução possível" para o BES

O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, disse que o Governo vai trabalhar para encontrar "a melhor solução possível" para o problema do Banco Espírito Santo e do Novo Banco e frisou que dispensaria este problema no sistema financeiro português.

Ataque mata 7 polícias na Colômbia

Um ataque atribuído a guerrilheiros numa zona rural do Departamento de Córdoba, no noroeste da Colômbia, causou esta terça-feira a morte a sete polícias e ferimentos a outros cinco, disseram fontes policiais à Efe.

Trabalhadores da Autoeuropa querem aumento de 3,6%

Eduarda Frommhold
Os trabalhadores da Autoeuropa estão a negociar um novo acordo laboral com a empresa, para vigorar durante um ano a partir de outubro, e em que pretendem um aumento salarial de 3,6%. A proposta da administração não vai, no entanto, além de 1,1%, não tendo as partes chegado ainda a um entendimento neste ponto ao fim das três reuniões já realizadas.

Perícia conclui que assinatura de Angélico Vieira foi falsificada

Uma perícia concluiu que a assinatura de Angélico Vieira, que se encontra na proposta de compra e venda do BMW envolvido no acidente de que resultou a morte do cantor, foi feita por "tentativa de imitação", informou fonte judicial.


Dossiês

Viseu a património da humanidade
Viseu a património da humanidade

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Viseu a património da humanidade

Português atual
Português atual

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Português atual



Cartoon Elias o sem abrigo, de R. Reimão e Aníbal F

Especiais


Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100
BT Edições Multimédia

Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Futebol

Vídeos da Liga
Liga Zon Sagres
Classificação
Resultados
Próxima Jornada
1 - Rio Ave (10)
2 - V. Guimarães (10)
3 - Benfica (10)
4 - FC Porto (10)
5 - Marítimo (9)
6 - Sp. Braga (7)
7 - Belenenses (7)
8 - Sporting (6)
9 - Moreirense (5)
10 - Arouca (4)
11 - P. Ferreira (4)
12 - Estoril (4)
13 - V. Setúbal (4)
14 - Nacional (3)
15 - Boavista (3)
16 - Académica (2)
17 - Gil Vicente (1)
18 - Penafiel (0)

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 21ºC
  • 17ºC
  • HOJE
  • 21ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled