JN
Diretor Interino
Alfredo Leite

A geração nem-nem

Publicado

 

Os sociólogos espanhóis chamam-lhe, com rigor e acutilância, a "geração nem-nem". Quem a compõe? Pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos que não têm qualquer ocupação: nem trabalham, nem estudam. Quantos são em Portugal? No terceiro trimestre de 2010 eram 314 mil, segundo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Trata-se do valor mais alto dos últimos anos. Desde 2007, este batalhão aumentou em cerca de 30 mil!

Há, seguramente, uma miríade de explicações para este fenómeno que emcaminha pessoas para lugar nenhum. Se fosse possível, a análise caso a caso mostraria, com toda a certeza, que, no meio destes 300 mil indivíduos, coabitam preguiçosos e trabalhadores, gente que faz de tudo para ganhar a vida e gente que prefere a modorra dos dias e o guarda- -chuva dos apoios sociais, pessoas que se refugiam na degradação dos salários e do mercado laboral para justificaram a apatia e a indolência e pessoas que, apesar disso tudo e de muito mais, levantam a cabeça e, seguras do seu mérito, não abandonam a batalha...

Verdade que esta realidade não é um exclusivo português. Verdade que há imensos exemplos de pessoas dentro desta faixa etária que, com arte, engenho e suor, conseguiram escapar a esta miserável estatística. Verdade que, hoje, os jovens estão mais preparados para fugirem, se quiserem, aos apelos do facilitismo. Mas é verdade também que as condições em que o país vive - e viverá durante muitos anos, se o juízo assomar à cabeça dos nossos líderes políticos, empresariais e sindicais - não auguram nada de bom.

Os empregos não brotarão. O mercado laboral não aguentará a rigidez que hoje mantém. O acesso aos serviços de saúde e à educação deixará de ser tão descaradamente fácil, para alguns. Os subsídios e apoios sociais tenderão a diminuir. Ou seja: o Estado, exaurido como está, tem que se reinventar - e não se reinventará mantendo- -se como inesgotável fonte de ajudas para os que mais precisam e para os que, precisando, podem lutar mais para deixar de precisar.

De modo que a "geração nem-nem" tenderá a engrossar a estatística. A menos que, em bom português, faça pela vida. O primeiro e inescapável facto a ter em conta é este: a breve prazo, o Estado não os poderá sustentar.

ImprimirImprimirEnviarEnviarEstatísticas
Partilhar
 [?]
 
 

Mais artigos de opinião do mesmo autor

 
 

Serra d'Arga pronta a receber milhares de corredores

VER VÍDEO




Japão cria sensor que deteta álcool ou drogas no sangue do condutor
Investigadores japoneses desenvolveram uma tecnologia que pode ser colocada no assento de um automóvel e detetar se o condutor...

Quem deveria ser selecionador nacional?

Fernando Santos
Jesualdo Ferreira
José Peseiro
outro
 

 

Fuga de gás em Felgueiras causa 13 feridos

JN
Uma fuga de gás de uma garrafa de gás butano na fábrica de confeções Triple Marfel, em Felgueiras, causou, esta quarta-feira, ferimentos ligeiros a 13 funcionários.

   
 
Mais Notícias

Sporting oferece empate ao Maribor

Luís Mota
O Sporting empatou a uma bola na visita ao Maribor, em partida referente à primeira jornada do Grupo G da Liga dos Campeões. Fim trágico para os leões, com os centrais Maurício e Sarr a oferecerem a igualdade ao adversário.

Estado Islâmico abandona bases na Síria após ameaça de ataques aéreos

Os jihadistas do Estado Islâmico retiraram-se de diversas posições numa província do leste da Síria, que controlam quase na totalidade, devido às ameaças de ataques aéreos norte-americanos.

Eduardo Paz Barroso é o novo presidente da associação Amigos do Coliseu do Porto

Eduardo Paz Barroso foi o nome escolhido esta quarta-feira, por consenso, para assumir a presidência da direção dos Amigos do Coliseu do Porto, lugar que estava vazio desde a demissão de José António Barros no início do mês.

Tribunais estão "numa situação perfeitamente impossível"

O presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais disse esta quarta-feira que os tribunais estão numa "situação perfeitamente impossível" devido aos problemas registados na plataforma Citius.

Detidos seis suspeitos de tentativa de homicídio e sequestro em Gaia

A Polícia Judiciária do Porto anunciou esta quarta-feira a detenção de seis suspeitos de sequestrar e tentar matar, a 2 de junho, em Gaia, o namorado de uma familiar por não concordarem com a relação.

PCP propõe salário mínimo de 515 euros já e 600 em 2016

O grupo parlamentar do PCP apresentou, esta quarta-feira, um projeto de resolução para aumentar de imediato o salário mínimo para 515 euros, com retroativos a 1 de junho, visando chegar, progressivamente, aos 600 euros em janeiro de 2016.


Dossiês

Viseu a património da humanidade
Viseu a património da humanidade

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Viseu a património da humanidade

Português atual
Português atual

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Português atual



Cartoon Elias o sem abrigo, de R. Reimão e Aníbal F

Especiais


Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100
BT Edições Multimédia

Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Futebol

Vídeos da Liga
Liga Zon Sagres
Classificação
Resultados
Próxima Jornada
1 - Rio Ave (10)
2 - V. Guimarães (10)
3 - Benfica (10)
4 - FC Porto (10)
5 - Marítimo (9)
6 - Sp. Braga (7)
7 - Belenenses (7)
8 - Sporting (6)
9 - Moreirense (5)
10 - Arouca (4)
11 - P. Ferreira (4)
12 - Estoril (4)
13 - V. Setúbal (4)
14 - Nacional (3)
15 - Boavista (3)
16 - Académica (2)
17 - Gil Vicente (1)
18 - Penafiel (0)

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 23ºC
  • 17ºC
  • HOJE
  • 22ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled