A geração nem-nem
21.12.2010
Paulo Ferreira

Os sociólogos espanhóis chamam-lhe, com rigor e acutilância, a "geração nem-nem". Quem a compõe? Pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos que não têm qualquer ocupação: nem trabalham, nem estudam. Quantos são em Portugal? No terceiro trimestre de 2010 eram 314 mil, segundo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Trata-se do valor mais alto dos últimos anos. Desde 2007, este batalhão aumentou em cerca de 30 mil!

Há, seguramente, uma miríade de explicações para este fenómeno que emcaminha pessoas para lugar nenhum. Se fosse possível, a análise caso a caso mostraria, com toda a certeza, que, no meio destes 300 mil indivíduos, coabitam preguiçosos e trabalhadores, gente que faz de tudo para ganhar a vida e gente que prefere a modorra dos dias e o guarda- -chuva dos apoios sociais, pessoas que se refugiam na degradação dos salários e do mercado laboral para justificaram a apatia e a indolência e pessoas que, apesar disso tudo e de muito mais, levantam a cabeça e, seguras do seu mérito, não abandonam a batalha...

Verdade que esta realidade não é um exclusivo português. Verdade que há imensos exemplos de pessoas dentro desta faixa etária que, com arte, engenho e suor, conseguiram escapar a esta miserável estatística. Verdade que, hoje, os jovens estão mais preparados para fugirem, se quiserem, aos apelos do facilitismo. Mas é verdade também que as condições em que o país vive - e viverá durante muitos anos, se o juízo assomar à cabeça dos nossos líderes políticos, empresariais e sindicais - não auguram nada de bom.

Os empregos não brotarão. O mercado laboral não aguentará a rigidez que hoje mantém. O acesso aos serviços de saúde e à educação deixará de ser tão descaradamente fácil, para alguns. Os subsídios e apoios sociais tenderão a diminuir. Ou seja: o Estado, exaurido como está, tem que se reinventar - e não se reinventará mantendo- -se como inesgotável fonte de ajudas para os que mais precisam e para os que, precisando, podem lutar mais para deixar de precisar.

De modo que a "geração nem-nem" tenderá a engrossar a estatística. A menos que, em bom português, faça pela vida. O primeiro e inescapável facto a ter em conta é este: a breve prazo, o Estado não os poderá sustentar.

ver todos os artigos do autor
 



Piloto foi assistido e encontra-se bem O helicóptero afundou-sePiloto foi assistido e encontra-se bem O helicóptero afundou-se
foto Miguel Pereira/Global Imagens

Helicóptero de combate a incêndios despenha-se

Roberto Bessa Moreira
Um helicóptero de combate a incêndios caiu, esta segunda-feira, quando tentava recolher água numa lagoa em Paços de Ferreira. Piloto era o único que seguia a bordo e foi transportado para o hospital por precaução. Veja as imagens.
 
 
Cartoon Elias o sem abrigo de R. Reimão e Aníbal F. 30-06-2015

38 mortos em queda de avião militar na Indonésia

O número de vítimas mortais resultante da queda de um avião militar na Indonésia ascende a pelo menos 38, de acordo com as informações mais recentes que estão a ser difundidas pelas autoridades.

Piketty diz que expulsar a Grécia do euro é "abrir a caixa de Pandora"

O economista francês Thomas Piketty, autor do ensaio "O Capital no século XXI", considerou, esta terça-feira, que expulsar a Grécia do euro é "abrir a caixa de Pandora" e defendeu a imediata reestruturação da dívida grega.

Taxa de inflação em junho estimada em 0,2% na zona euro

A taxa de inflação homóloga na zona euro deverá ser de 0,2% em junho, abaixo dos 0,5% registados no mesmo mês de 2014 e os 0,3% de maio, segundo a primeira estimativa do Eurostat.

BCE não exclui saída da Grécia da zona euro

O Banco Central Europeu não exclui a saída da Grécia da zona euro e insiste que se ocorrer será da responsabilidade do Governo grego, que decidiu pôr fim às negociações, afirmou Benoît Coueuré, membro do conselho do BCE.

Juros da dívida de Portugal a subir em todos os prazos

Os juros da dívida de Portugal estavam hoje a subir a dois, cinco e dez anos, alinhados com os da Irlanda, Itália e Espanha, fortemente pressionados pela crise na Grécia.

Imolou-se pelo fogo no TGV do Japão

Pelo menos duas pessoas morreram hoje depois de um passageiro de um comboio de alta velocidade do Japão se ter imolado pelo fogo no interior da composição, noticiou a televisão pública NHK.

Cerca de 300 reclusos fazem motim em prisão de alta segurança na Austrália

Cerca de 300 reclusos tomaram hoje parte de uma prisão de alta segurança na cidade australiana de Melbourne, após um motim, informaram os 'media' locais, citando as autoridades.

Inquérito

Acha que credores e Grécia vão chegar a acordo?

Sim
Não

Dossiês

Regata Barcos Rabelo
Regata Barcos Rabelo
A detenção de Sócrates
A detenção de Sócrates
Português atual
Português atual

NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - JN Destaque
Continente Uva d'Ouro 2015 - JN 300x100
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - JN Destaque
PEPE Fazemos Bem - JN Destaque300x100 (Bial)
PEPE Regresso ás Aulas 2015 - JN destaque
BT Edições Multimédia
 

Serviços


22º 16º
HOJE, 30 de Junho

Amanhã21º |14º
Quinta22º |13º
Sexta22º |14º
Sábado24º |16º

 



Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled