JN
Diretor Interino
Alfredo Leite

A geração nem-nem

Publicado

 

Os sociólogos espanhóis chamam-lhe, com rigor e acutilância, a "geração nem-nem". Quem a compõe? Pessoas com idades compreendidas entre os 15 e os 30 anos que não têm qualquer ocupação: nem trabalham, nem estudam. Quantos são em Portugal? No terceiro trimestre de 2010 eram 314 mil, segundo com os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Trata-se do valor mais alto dos últimos anos. Desde 2007, este batalhão aumentou em cerca de 30 mil!

Há, seguramente, uma miríade de explicações para este fenómeno que emcaminha pessoas para lugar nenhum. Se fosse possível, a análise caso a caso mostraria, com toda a certeza, que, no meio destes 300 mil indivíduos, coabitam preguiçosos e trabalhadores, gente que faz de tudo para ganhar a vida e gente que prefere a modorra dos dias e o guarda- -chuva dos apoios sociais, pessoas que se refugiam na degradação dos salários e do mercado laboral para justificaram a apatia e a indolência e pessoas que, apesar disso tudo e de muito mais, levantam a cabeça e, seguras do seu mérito, não abandonam a batalha...

Verdade que esta realidade não é um exclusivo português. Verdade que há imensos exemplos de pessoas dentro desta faixa etária que, com arte, engenho e suor, conseguiram escapar a esta miserável estatística. Verdade que, hoje, os jovens estão mais preparados para fugirem, se quiserem, aos apelos do facilitismo. Mas é verdade também que as condições em que o país vive - e viverá durante muitos anos, se o juízo assomar à cabeça dos nossos líderes políticos, empresariais e sindicais - não auguram nada de bom.

Os empregos não brotarão. O mercado laboral não aguentará a rigidez que hoje mantém. O acesso aos serviços de saúde e à educação deixará de ser tão descaradamente fácil, para alguns. Os subsídios e apoios sociais tenderão a diminuir. Ou seja: o Estado, exaurido como está, tem que se reinventar - e não se reinventará mantendo- -se como inesgotável fonte de ajudas para os que mais precisam e para os que, precisando, podem lutar mais para deixar de precisar.

De modo que a "geração nem-nem" tenderá a engrossar a estatística. A menos que, em bom português, faça pela vida. O primeiro e inescapável facto a ter em conta é este: a breve prazo, o Estado não os poderá sustentar.

ImprimirImprimirEnviarEnviarEstatísticas
Partilhar
 [?]
 
 

Mais artigos de opinião do mesmo autor

 
 

Um Sonho Certo - Uma História do Algarve

VER VÍDEO




Radiografias mostram infeção por parasitas causada por sushi
Um chinês sofreu uma infestação alargada no corpo com parasitas devido ao consumo muito frequente de sushi contaminado...

Fernando Santos é a melhor opção para a seleção nacional?

Sim
Não
 

 
foto Artur Machado / Global Imagens

Câmara do Porto apresenta nova imagem onde cabe a cidade inteira

A Câmara Municipal do Porto apresentou, esta segunda-feira, a nova imagem gráfica da cidade, concebida por Eduardo Aires, que pretendeu reunir na marca Porto todos os elementos do município, como explicou o presidente da autarquia, Rui Moreira.

   
 
Mais Notícias

Principais grupos político do Parlamento Europeu dão aval a Moedas

Os dois principais grupos políticos do Parlamento Europeu - PPE e S&D - avaliaram positivamente a audição do comissário indigitado por Portugal, Carlos Moedas, na comissão europarlamentar da Indústria, Investigação e Energi.

PCP diz que défice não está contido apesar "de assalto fiscal"

O deputado do PCP Miguel Tiago assinalou, esta terça-feira, que o Governo não conseguiu conter o défice orçamental apesar "do assalto fiscal que tem sido imposto aos trabalhadores portugueses e exigiu uma mudança de políticas.

Detido suspeito de furtar mais de meia tonelada de metais

Ana Peixoto Fernandes
A GNR de Viana do Castelo deteve, segunda-feira, em Mazarefes, um homem com 27 anos suspeito de ter furtado mais de meia tonelada de metais não preciosos para venda em sucatas.

Clooney e Amal pagam 600 euros por casamento civil

Raquel Costa
Os quatro dias de celebração da união do ator norte-americano e da jurista britânico-libanesa culminaram segunda-feira com a ida do casal ao registo civil de Veneza para assinar a documentação legal que oficializa o casamento.

David Cameron diz estar "profundamente preocupado" com a situação

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, afirmou esta terça-feira que está "profundamente preocupado" com a escalada dos protestos em Hong Kong e recordou que a China tem obrigações para com a antiga colónia britânica.

Profissionais de saúde criam portal informativo para doentes oncológicos

Profissionais de saúde, juristas e assistentes sociais vão lançar, no sábado, o "Onco+", um portal informativo sobre o cancro que pretende ajudar os doentes a esclarecer dúvidas e contribuir para um maior conhecimento sobre a doença.


Dossiês

Viseu a património da humanidade
Viseu a património da humanidade

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Viseu a património da humanidade

Português atual
Português atual

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Português atual


Cartoon Elias o sem abrigo, de R. Reimão e Aníbal F

Especiais


Multimédia
Blogues
Inquérito



BT Edições Multimédia

Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Futebol

Vídeos da Liga
Liga Zon Sagres
Classificação
Resultados
Próxima Jornada
1 - Benfica (16)
2 - FC Porto (12)
3 - Marítimo (12)
4 - Sp. Braga (11)
5 - V. Guimarães (11)
6 - Rio Ave (10)
7 - Sporting (10)
8 - Belenenses (10)
9 - P. Ferreira (8)
10 - Arouca (7)
11 - V. Setúbal (7)
12 - Boavista (7)
13 - Académica (6)
14 - Moreirense (6)
15 - Estoril (5)
16 - Nacional (4)
17 - Penafiel (4)
18 - Gil Vicente (1)

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 23ºC
  • 16ºC
  • HOJE
  • 27ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled