Casado mas com vida de solteiro
08.04.2012
Jorge Fiel

Neste dia em que celebramos a Ressurreição, sei que corro o risco de parecer herege ao citar James Joyce, que para modelo ideal de homem preferiu Ulisses a Jesus, que considerava incompleto por nunca ter casado.

Nos primeiros 30 anos de vida, Cristo levou uma existência apagada. Com José, o pai legal, aprendeu o ofício de carpinteiro. E estudou as Escrituras, como qualquer jovem judeu da época. Nos três últimos e extraordinários anos da sua vida, abundantemente documentados nos Evangelhos, foi bondoso com os enfermos e ajudou pobres, humilhados e ofendidos. Mas quanto a mulheres, apenas sabemos que perdoou a pecadora e libertou Maria Madalena dos "sete demónios". Não viveu com nenhuma.

Dou razão a Joyce. Viver com outra pessoa é uma das coisas mais difíceis que um homem tem de fazer. Obriga à busca permanente de consensos e equilíbrios entre direitos e obrigações e à generosidade de partilhar não só os bons momentos mas também aturar os maus.

Recordo Joyce e a vida de Cristo a propósito da muita hipocrisia e irresponsabilidade que anda no ar a propósito da ratificação do Tratado Orçamental, que 25 dos 27 membros da UE aprovaram a 2 de março, obrigando-se a transpor de forma permanente, para o ordenamento jurídico nacional, a regra de ouro do défice orçamental não exceder 0,5% do PIB e a divida pública ser inferior a 60% da riqueza nacional.

Vale a pena parar um pouco para pensar nisto, evitarmos cair na demagogia barata e sermos contaminados pela argumentação desonesta de políticos medrosos ou que, em respeito pelo seu passado, melhor fariam em estar calados e a gozar as delícias da reforma, abstendo-se de ser mal-educados e ainda por cima mandarem para nós a conta das multas por excesso de velocidade.

Perdidas as colónias, optamos por casar com a Europa. Em 86, fomos admitidos na CEE. De então para cá vivemos sempre acima das nossas possibilidades, beneficiando de um casamento acima da nossa classe, pelo que fomos dizendo sempre que sim quando chamados a reforçar os votos matrimoniais. Aplaudimos com entusiasmo o mercado único, a livre circulação de pessoas e mercadorias. Deliramos orgulhosos por nos deixarem entrar no clube restrito da moeda única.

Andamos felizes e contentes a esbanjar muito mais do que produzíamos até darmos por nós a balouçar à beira do abismo da falência. A Europa rica, com que estamos casados de livre vontade, deu-nos a mão, quando lhe pedimos ajuda, mas naturalmente impõe condições.

Digo naturalmente, fazendo coro com Campos e Cunha, quando o primeiro ministro das Finanças de Sócrates diz: "Uma vez que não nos soubemos governar é melhor aceitar a tutela".

Digo naturalmente, subscrevendo por baixo o exemplo luminoso que Teixeira dos Santos (sucessor de Campos e Cunha) dá aos seus alunos da FEP: "Não podemos estar casados e continuar a levar vida de solteiro".

ver todos os artigos do autor
 



Ainda há três torres por demolir no bairro do Aleixo
foto Rui Oliveira/Global Imagens

Mota-Engil salva fundo do Aleixo

Carla Sofia Luz
A Mota-Engil é o novo investidor do fundo Invesurb, que gere a operação do Bairro do Aleixo, no Porto. A entrada da empresa permite salvar o fundo, que estava em risco de dissolução por falta de capital.
 
 
Cartoon Elias o sem abrigo de R. Reimão e Aníbal F. 26-02-2015

Cavaco recusa ideia de que emigração é sempre "uma perda irreversível para o país"

O presidente da República defendeu, esta quinta-feira, a criação de condições para trazer de volta os "talentos" que saíram de Portugal a "contragosto", mas recusou a ideia de que a emigração represente necessariamente uma...

Politécnicos de Lisboa, Porto e Coimbra abandonam conselho coordenador

Os institutos politécnicos de Lisboa, Porto e Coimbra enviaram uma carta ao presidente do conselho coordenador destas instituições a anunciar a sua desvinculação do mesmo, na sequência de uma proposta de alteração das condições...

Mulher detida por posse ilegal de produtos explosivos

A PSP deteve uma mulher por posse ilegal de produtos explosivos durante uma operação nacional em que foram fiscalizadas 23 empresas de pirotecnia.

Tanaka lidera ataque do Sporting

Marco Silva entregou a liderança da linha ofensiva a Tanaka, no jogo da noite desta quinta-feira, frente ao Wolfsburgo, em Alvalade, inserido na discussão dos 16 anos de final da Liga Europa.

Demissão em bloco nas chefias da Urgência do Hospital do Litoral Alentejano

Os médicos que "têm assumido" a chefia de equipa da Urgência do Hospital do Litoral Alentejano (HLA), em Santiago do Cacém, recusaram, esta quinta-feira, continuar à frente do serviço, invocando "degradação das condições...

PJ confirma detenção do responsável pelo Tugaleaks

O responsável pelo site da internet "Tugaleaks" é um dos sete detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária por crimes de sabotagem informática, dano informático, acesso ilegítimo e acesso indevido a diversos sistemas...

De que são acusados os hackers detidos pela PJ

Perceba de que são acusados os alegados piratas informáticos que foram detidos esta quinta-feira.

Inquérito

Passou a reutilizar sacos de plástico?

Sim
Não

Dossiês

A detenção de Sócrates
A detenção de Sócrates
O caso BES
O caso BES
Português atual
Português atual

NOS ConferênciaPrémioInovaçãoNOS - JN Destaque
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - JN Destaque
BT Edições Multimédia
 
1ª Liga
1|Benfica56
2|FC Porto52
3|Sporting47
4|Sp. Braga43
5|V. Guimarães37
6|Belenenses34
7|P. Ferreira30
8|Rio Ave29
9|Nacional28
10|Marítimo27
11|Moreirense25
12|Estoril25
13|Boavista21
14|Arouca19
15|V. Setúbal19
16|Académica18
17|Gil Vicente17
18|Penafiel16

Serviços


13º
HOJE, 26 de Fevereiro

Amanhã13º |
Sábado13º |11º
Domingo14º |12º
Segunda14º |11º

 



Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled