JN

O sono desassossegado de Relvas

Publicado

 

O ministro Miguel Relvas anda com o sono trocado - e a culpa é da taxa de desemprego, sobretudo na componente que afeta os mais jovens. "São números preocupantes. O desemprego tira--nos o sono e é muito motivador para o trabalho que estamos todos os dias a desenvolver", disse o ministro quando, há dias, ficamos a saber que, oficialmente, estamos muito perto de um terrível número redondo: um milhão de desempregados.

O advérbio de modo "oficialmente" conta - e muito. Porque, na verdade, as contas que realmente interessam mostram que há em Portugal 1,2 milhões de pessoas sem trabalho. O que nos resta? "Temos de trabalhar, para que nos próximos anos possamos ultrapassar esta situação, em particular o desemprego jovem", disse o ministro. E acrescentou, pesaroso: "Penaliza-nos saber que há hoje uma geração de portugueses que estão muito bem preparados e que não têm emprego".

Não têm nem terão, nos próximos anos. Não sou eu que o digo: é o primeiro-ministro. Passos Coelho, naquele seu jeito eu-nunca--minto-podem-sempre-crer-no--que-eu- digo, apressou-se a confirmar que, antes de começar a melhorar, o desemprego ainda vai piorar. Quer dizer: Relvas vai mesmo ter de recorrer aos ansiolíticos para dormir melhor, porque o país precisa dele desperto, atento e de olho vivo... Tudo o que país não deseja é que Miguel Relvas entre numa espiral recessiva, para utilizar uma expressão maldita...

Sucede que, pelo andar da carruagem e apesar de todos os encómios que o Governo jura granjear lá fora, entre os iluminados que verdadeiramente entendem a tragédia que não sai da nossa porta e nos conduzirão, devagarinho, até ao sucesso, apesar disso não se vê como poderão dormir descansados os portugueses que, por estes dias, fazem contas e contas (sempre de subtrair) ao que lhes sobra para aguentar o que resta de mês.

A queda da riqueza que produzimos está em níveis dignos de um pesadelo. A queda do consumo interno está em níveis dignos de um pesadelo. As exportações deixaram de ser uma almofada segura - e sem boas almofadas não há sono retemperador. As despesas do Estado com o desemprego (aumento de 25% no primeiro semestre de 2012) estão em níveis dignos de um pesadelo. O tombo nas receitas fiscais é um dos pesadelos que mais incomodam o superministro das Finanças. E por aí fora, numa espiral que, se não é recessiva, deve andar lá muito, muito perto.

Não falta quem diga que o pesadelo não são os números - o pesadelo é o Governo. Talvez haja algum exagero nesta consideração, porque, voltando ao ministro Relvas, não vejo como pode o Executivo desenhar políticas que tiram o sono aos seus mais importantes ministros. Seria uma espécie de masoquismo de todo incompreensível. Ou não?

ImprimirImprimirEnviarEnviarEstatísticas
Partilhar
 [?]
 
 
 

As barbas vieram para ficar

VER VÍDEO




A deputada queixava-se das difamações e desrespeito
Erros ortográficos de deputada do PS geram polémica
Catarina Marcelino, deputada do Partido Socialista, escreveu um texto na página do Facebook com três erros ortográficos...

Quem vence as primárias no PS?

António Costa
António José Seguro
 

 

Bragança ficou sem a única médica oncologista que tinha

O distrito de Bragança perdeu a primeira e única oncologista e tem cada vez mais dificuldades em contratar e fixar médicos, denunciou esta terça-feira o presidente do Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Nordeste.

   
 
Mais Notícias

Autoridades venezuelanas encontram segundo homem esquartejado em Caracas

As autoridades venezuelanas encontraram partes de um homem que foi esquartejado por desconhecidos, elevando para dois os assassinatos deste género em Caracas nas últimas duas semanas, o primeiro deles o de um comerciante português.

Maxi Pereira integra preparação no Seixal

Maxi Pereira, lateral uruguaio, já integrou a preparação do Benfica, esta terça-feira, realizada no centro de estagios do Seixal.

Lady Gaga descuida-se e mostra o peito numa "selfie"

T.H.
A cantora Lady Gaga aderiu à moda das "selfies" e partilhou com os fãs uma imagem dentro de um avião. Contudo, a estrela não reparou que tinha um seio à mostra antes de publicar a imagem...

Combinação vencedora do Euromilhões desta semana

Em jogo, no primeiro prémio deste sorteio, estão cerca de 21 milhões de euros.

Vítor Bento é um gestor com "alta credibilidade"

O presidente da Associação Portuguesa de Bancos, Fernando Faria de Oliveira, realçou as qualidades profissionais do novo presidente executivo do Banco Espírito Santo, Vítor Bento, considerando que as mesmas são reconhecidas no setor financeiro.

Relação pede reformulação do acórdão no caso de cegueira no Santa Maria

O Tribunal da Relação de Lisboa remeteu o acórdão do caso conhecido como "cegueira" do Hospital de Santa Maria à primeira instância, para que as Varas Criminais de Lisboa o reformulem e façam uma melhor fundamentação da decisão.


Dossiês

Viseu a património da humanidade
Viseu a património da humanidade

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Viseu a património da humanidade

Português atual
Português atual

/Dossies/dossie.aspx?dossier=Português atual



Cartoon Elias o sem abrigo, de R. Reimão e Aníbal F

Especiais


Multimédia
Blogues
Inquérito



Continente Uva d'Ouro - JN 300x100

Cofidis 300x100 21-26 julho
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 
 

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 22ºC
  • 17ºC
  • HOJE
  • 24ºC
  • 16ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled