"Povo sem cultura é povo sem alma"

 | 03/12/2009
Maestro Gustavo Dudamel esteve em Lisboa para dirigir estreia mundial da Orquestra Juvenil Ibero-Americana.
 

O consagrado maestro Gustavo Dudamel esteve em Lisboa para dirigir a estreia da nova Orquestra Juvenil Ibero-Americana. O fenómeno venezuelano deixou um alerta: "É preciso levar a música às comunidades que não têm acesso a ela".

"Há muita gente que não sabe o que é a arte porque não tem acesso a ela, e um povo sem cultura é um povo sem alma", apontou Gustavo Dudamel, ontem, ao início da noite, no Grande Auditório da Fundação Gulbenkian, em Lisboa.

O maestro venezuelano, de 28 anos, verdadeira estrela da nova geração no circuito da música clássica, regressou a Lisboa para dirigir as duas primeiras actuações da Orquestra Juvenil Ibero-Americana, uma formação recém-criada e que reúne mais de 120 jovens músicos (dos 18 aos 28 anos) oriundos de diversos países da América Latina, de Espanha, de Portugal (oito músicos) e, até, de Andorra.

A orquestra é a primeira actividade visível do programa Iberorquestras, da Secretaria-Geral Ibero-Americana e que, segundo palavras de Ernesto Iglesias, secretário-geral das Cimeiras Ibero Americanas, pretende ser "um projecto multilateral de cooperação técnica e financeira para incentivar o desenvolvimento musical, especialmente entre crianças e jovens de médios e escassos recursos e em situação de risco social".

Há já vários dias que os bilhetes do grande auditório da Fundação Gulbenkian para a estreia da orquestra tinham esgotado. Ontem, minutos antes da actuação, os seus estrategas subiram ao palco para uma breve apresentação do projecto.

Entre eles, estava o maestro José António Abreu, fundador do "El Sistema", método pedagógico que em poucos anos pegou em 300 mil crianças carenciadas da Venezuela e fez de muitos deles alguns dos melhores jovens instrumentistas da música clássica no planeta.

Ler Artigo Completo
 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Cultura
29.08.15
O novo romance de Afonso Cruz, "Flores", e "Drible", do brasileiro Sérgio Rodrigues, que venceu o Prémio PT de Literatura 2014, vão ser editados pelo...
27.08.15
A música, escreveu, esta quinta-feira, o filho José Manuel, foi o amor da sua vida. Manuel Dias da Fonseca morreu esta quinta-feira, com 91 anos.
 



Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled