Por que razão morreu John Lennon?

 | 31.07.2008 - 00:30
Estreia hoje, em Portugal, "Capítulo 27 - O assassinato de John Lennon", sobre a morte do ex-Beatles, mais de um quarto de século depois e após a libertação do assassino. Aí está a dramatização da morte do lendário músico e compositor.
 

A 8 de Dezembro de 1980, o Mundo foi abalado pela morte de John Lennon. Os Beatles, separados meia dúzia de anos antes, não mais se reuniriam. Mas a morte de Lennon, inelutável como a de qualquer ser humano, mesmo os que atingem a dimensão do mito, não foi natural, como seria a de George Harrison, anos mais tarde, vencido pela doença. Lennon foi assassinado, à porta de casa, por um fã psicopata. Um dos encontros mais trágicos, no mundo do espectáculo, entre as estrelas e aqueles que, por vezes, não sabem conviver com a paixão pelos seus ídolos.

Com base no livro de Jack Jones, "Let me take you down", o argumentista e realizador Jarrett Schaefer assina "Capítulo 27 - O assassinato de John Lennon", mostrando-nos como foi a vida de Mark David Chapman, nos dias que antecederam o puxar de gatilho fatídico, em frente ao apartamento nova-iorquino onde Lennon vivia com a companheira, Yoko Ono, para muitos uma das principais causadoras da separação dos "quatro de Liverpool".

O filme é, pois, mais sobre o assassino do que sobre Lennon. Mais do que um filme sobre a vida de Lennon, que não o é, trata-se de um filme sobre a sua morte e de quem a provocou. Um ensaio sobre a obsessão, sobre os tortuosos caminhos da mente, sobre o poder dos media, sobre a falta de privacidade das pessoas famosas, sobretudo daquelas que, antes da fama, querem, acima de tudo, ser pessoas.

De um ponto de vista mais místico, poder-se-ia falar de um filme sobre o destino, que cruzou aqueles dois seres naquele dia, naquele momento. Um caminho cujo cruzamento se tecia há alguns dias, com a chegada à cidade de Mark David Chapman. Fugindo de um passado de que pouco vimos a saber? Em rota de colisão com o seu ídolo? Cumprindo um desígnio mais insuspeito, forjado na sua obsessão pelo livro "Catcher in the rye", de J. D. Salinger?

A grande questão que se coloca ao filme, sobretudo ao êxito da sua "empreitada", é a de saber se os fãs de Lennon quererão saber o "porquê" da morte do seu ídolo, se é que alguma explicação racional poderia alguma vez ser dada para tão irracional acto, ou se preferem recordar a sua imagem viva e, sobretudo, o seu extraordinário legado, como compositor e intérprete, associado à esmagadora maioria das canções dos Beatles e a uma não menos genial carreira a solo, tão prematuramente interrompida.

O filme é também um projecto pessoal de Jared Leto, um actor de potencialidades, mas que tem "escapado" ao sucesso, e que aqui surge como produtor executivo, dando um empurrão para que o filme visse a luz do dia. Para entrar na personagem, o actor, irreconhecível na tela, engordou cerca de 35 quilos. Será que a personagem o merece? Imaginem todas as pessoas a viver em paz…

Ler Artigo Completo
 
 
EntrepostoCRP SemanaCliente - JN 300x100
Empresas na Caixa 300x100 JN
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled