JN
Diretor Interino
Alfredo Leite
FERRAMENTAS
ESTATÍSTICAS
Patrocínio

Semana de greve nos transportes

Publicado

Ana Paula Lima, com Lusa
 

A próxima semana vai ser marcada por greves em diversas empresas de transportes públicas e privadas a nível nacional. Só para terça-feira é que não estão programadas paragens contra os cortes nas remunerações. Os CTT também aderiram aos protestos.

 

Com o aproximar das greves, convocadas por um conjunto de sindicatos do sector dos transportes e comunicações, filiados na CGTP, na UGT e independentes, o ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, apelou ao "bom-senso". "A situação exige bom-senso, exige responsabilidade. Estou certo de que esse bom-senso e esse sentido de responsabilidade se vão impor", referiu o ministro.

O arranque das paralisações é dado, na segunda-feira, pelo Metropolitano de Lisboa. Os trabalhadores param entre as 6.30 horas e as 11.30 horas da manhã e a empresa anunciou que o funcionamento normal dos serviços só terá início a partir das 12 horas. Na terça-feira, segundo a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans), não há greve em nenhuma das empresas.

Na quarta-feira, as paralisações retomam e afectam a Transtejo e a Carris, em Lisboa, e a STCP, no Porto. Na Transtejo, os trabalhadores vão parar três horas por turno. Na Carris, a paragem ocorre entre as 10 e as 14 horas, e na STCP não haverá transportes entre as 9.30 e as 14 horas.

A quinta-feira é a vez dos trabalhadores do sector ferroviário. Na CP, CP Carga, Refer e EMEF, a paralisação abrange todo o período de trabalho, a única excepção será entre os "trabalhadores de tracção", onde se incluem os maquinistas, que param entre as 5 e as 9 horas. Nesse dia, os trabalhadores dos CTT também aderem à greve e vão paralisar três horas por turno.

O fim da semana de protestos cabe aos trabalhadores das empresas privadas de transportes que estão contra o congelamentos de salários. Na Soflusa, em Lisboa, os trabalhadores param duas horas por turno, na Rodoviária de Entre Douro e Minho, Braga, e na Rodoviária da Beira Interior, Coimbra, as paragens ocorrem entre as 3 e as 14 horas.

Ler Artigo Completo (Pág.1/2) Página seguinte
 
 

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado





Multimédia
Blogues
Inquérito

Programas

So What




BT Edições Multimédia

Ocasião/Zaask - Destaque 300x100 DN
Últimas
+Lidas
+Comentadas
+Pesquisadas
 

Futebol

Vídeos da Liga
Liga Zon Sagres
Classificação
Resultados
Próxima Jornada
1 - Benfica (16)
2 - FC Porto (12)
3 - Marítimo (12)
4 - Sp. Braga (11)
5 - V. Guimarães (11)
6 - Rio Ave (10)
7 - Sporting (10)
8 - Belenenses (10)
9 - P. Ferreira (8)
10 - Arouca (7)
11 - V. Setúbal (7)
12 - Boavista (7)
13 - Académica (6)
14 - Moreirense (6)
15 - Estoril (5)
16 - Nacional (4)
17 - Penafiel (4)
18 - Gil Vicente (1)

Serviços


TEMPO Dados fornecidos por Wunderground
  • 23ºC
  • 16ºC
  • HOJE
  • 27ºC
  • 17ºC
  • AMANHÃ

 

destaque conselhoeditorial
banner Barómetro Tomar o pulso ao país
Economia Social


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled