Ligação de comboio Porto -Vigo mais rápida com menos paragens

19.06.2012 - 16:46
O presidente do Eixo Atlântico, José Maria Costa, afirmou, esta terça-feira, em Barcelos, que vão ser suprimidas "algumas paragens" na atual ligação ferroviária entre Porto e Vigo, para assegurar uma maior rapidez do serviço.
 
Ligação de comboio Porto -Vigo mais rápida com menos paragens
foto Global Imagens/Arquivo

Segundo José Maria Costa, que falava no final da reunião da Comissão Executiva do Eixo Atlântico, a supressão de algumas paragens significará a primeira fase do processo de modernização daquela ligação internacional.

"Foi já decidido, numa primeira fase, haver uma modernização da via, ou seja, uma articulação por forma a reduzir os tempos de ligação entre Porto e Vigo, suprimindo algumas paragens", afirmou.

Segundo o secretário-geral do Eixo Atlântico, Xoan Mao, as paragens a suprimir ainda serão definidas pelas entidades responsáveis pela exploração da ligação.

"Nós não somos da CP nem da Renfe para discutir quais as paragens e o tempo das paragens. A nós, o que interessa é ter um serviço rápido, moderno e estruturante", referiu.

Uma opinião partilhada pelo presidente da Câmara de Barcelos, Miguel Costa Gomes, que admitiu que para tornar o serviço mais útil do ponto de vista turístico e empresarial "não se pode pôr o comboio a parar em todos os apeadeiros e estações".

O autarca sublinhou que o importante é modernizar aquela linha, "que não sofre investimentos praticamente desde o seu início", para ligar de forma "mais célere" Porto e Vigo, que atualmente chega a demorar "três horas e 15 minutos".

Ler Artigo Completo
 
 
Conferência 3º Aniv DV - JN Destaque 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Live Trailers

Virados do Avesso

AtualidadeO anúncio das medidas de coação aplicadas a Sócrates
Live ClipsMC dos Dealema lança o segundo disco a solo
Mais Economia
25.11.14
O Estado pagou à troika 1.634,5 milhões de euros em juros e comissões até outubro relativos ao empréstimo no âmbito do resgate internacional, de...
25.11.14
O Estado arrecadou mais de 30 mil milhões de euros em impostos até outubro, mais quase 2.000 milhões de euros do que o amealhado no mesmo período...
25.11.14
O défice orçamental das administrações públicas ascendeu aos 5.959,1 milhões de euros até outubro, um aumento de quase 1.950 milhões de euros face...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

17 Comentários


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled