Portugal cumpre meta da 'troika' para o défice à custa dos subsídios de férias

23.07.2012 - 18:48
O défice orçamental das Administrações Públicas no primeiro semestre do ano, do modo como é calculado pela 'troika', foi de 4.137,8 milhões de euros em contabilidade pública, cumprindo assim o objetivo do memorando.
 
Leonardo Negrão/Global Imagens
Governo só cumpriu meta com o corte nos subsídios

O acordado com a 'troika' prevê que a conta consolidada das Administração Públicas não ultrapassasse um défice de 4.400 milhões de euros, não discriminados por setor, mas esta contabilização exclui um conjunto de operações contabilisticamente importantes, como explicam as contas da Direção-Geral do Orçamento na síntese de execução orçamental do primeiro semestre divulgada esta segunda-feira.

Leia Também

Entre estas, está a transferência dos fundos de pensões da banca, cuja última parcela foi transferida para a Segurança Social em junho - no valor de 2.784 milhões de euros - e ainda da não consideração do pagamento de dívidas em atraso do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a inclusão nas contas de um conjunto de garantias, empréstimos e ativos financeiros -- no valor de 34,7 milhões de euros -- que não seriam considerados normalmente.

Incluindo estas operações, e contabilizando o universo real da Administração Central e da Segurança Social no primeiro trimestre do ano, o défice orçamental em contabilidade pública foi de 1.709,7 milhões de euros, e considerando um universo comparável com o que existia nos primeiros seis meses de 2011, o défice ficaria nos 1.237,2 milhões de euros.

Só considerando o mês de junho, e em comparação com o mesmo mês de 2011 e universo que existia na altura, a Administração Central e a Segurança Social conseguem mesmo um saldo positivo na ordem dos 400 mil euros.

A grande diferença está mesmo na transferência 2.784 milhões de euros para a Segurança Social correspondente às responsabilidades com os fundos de pensões da banca, agora nas mãos do da Segurança Social, e ainda do efeito da suspensão do subsídio de férias aos funcionários públicos, que também ocorreu em junho.

O dinheiro que fica nos cofres do Estado que seria correspondente aos subsídios de férias dos funcionários públicos acaba por ser o maior contributo para o cumprimento das metas para efeito de programa e permite mais que duplicar a redução das despesas com pessoal face ao alcançado em maio.

Ler Artigo Completo
 
 
Conferência 3º Aniv DV - JN Destaque 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Reportagens

A pesca é gosto que fica no corpo

Artes e VidaNa cozinha que valeu estrela Michelin
AtualidadeVítimas marcham contra violência doméstica
Mais Economia
23.11.14
Os trabalhadores que ganham o salário mínimo terão direito a receber um subsídio de Natal equivalente a 505 euros, mesmo que tenham optado pelo regime...
22.11.14
A Autoridade Tributária realizou, na noite de sexta-feira e madrugada de sábado, uma inspeção surpresa a oito restaurantes e bares portuenses com...
22.11.14
Os serviços de água vão ter de aplicar obrigatoriamente tarifas sociais a partir de 2016, mas o regulador acredita que muitos vão fazê-lo voluntariamente...
21.11.14
Em dois meses, quase cinco mil pessoas perderam o direito a receber o Rendimento Social de Inserção, segundo os dados do Instituto da Segurança...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

34 Comentários


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled