Fisco vai cobrar imposto de piscinas com efeitos retroativos

 | 22/09/2012
 

As piscinas detetadas pelas Finanças no âmbito da avaliação geral dos imóveis ou da avaliação que ocorre quando a casa é vendida, podem traduzir-se num susto fiscal para os seus proprietários e numa fatura de IMI acrescida.

É que, nestes casos, a administração fiscal pode fazer uma liquidação adicional do imposto com efeitos retroativos até aos quatro anos anteriores.

Leia mais em a sua marca de economia

 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
Mais Economia
04.03.15
O economista britânico Stuart Holland disse, esta quarta-feira, em Lisboa, que a Europa está "na iminência de um IV Reich", referindo-se à situação...
04.03.15
O reembolso antecipado de 14 mil milhões de euros ao FMI deve significar uma poupança de 700 milhões aos cofres do Estado, indicou a presidente da...
04.03.15
O comércio a retalho subiu 2,5% em Portugal em janeiro deste ano face ao mesmo mês de 2014, enquanto na variação em cadeia, face a dezembro, teve...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled