Miguel Cadilhe preocupado por país não ter aproveitado "momento troikiano"

28.01.2014 - 23:00
O antigo ministro das Finanças Miguel Cadilhe mostrou-se preocupado por Portugal ter desaproveitado aquilo que considerou como uma grande oportunidade para realizar uma reforma estrutural do Estado, durante a presença da troika.
 
Lisa Soares / Global Imagens
Vítor Bento e Miguel Cadilhe no Palácio da Bolsa

Num debate no Palácio da Bolsa, no Porto, esta terça-feira à noite, com o conselheiro de Estado e também economista Vítor Bento, o antigo ministro Miguel Cadilhe lamentou que as alterações às funções do Estado não tenham sido realizadas.

"Temos as reformas estruturais do Estado que não foram feitas e continuam não sendo feitas. A reforma estrutural das funções e dos regimes públicos está por fazer. Apareceu um guião que é uma pobreza de política, é de política pequenina, fica-se pelos preliminares, nesta fase do campeonato ficar-se pelos preliminares é de facto muito pouco", declarou.

Miguel Cadilhe manifestou-se "muito preocupado" por Portugal ter "deixado perder a grande oportunidade que foi o momento troikiano".

"A troika está cá, estava o país todo recetivo a grandes mudanças, mudanças estruturais. A mudança estrutural é aquela que é irreversível", afirmou.

Para Cadilhe, Portugal continua "com as mesmas funções do Estado, antes da troika. Depois da 'troika', o Estado tem o mesmo papel a desempenhar e tem os mesmos regimes públicos estruturais".

Por seu lado, em relação à temática do processo de ajustamento realizado por Portugal no âmbito da troika (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional), Vítor Bento afirmou-se "um pouco mais cético do que o entusiasmo todo" que vê à volta.

Ler Artigo Completo
 
 
Empresas na Caixa 300x100 JN
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Atualidade

Médica portuguesa vai para a Serra Leoa combater o ébola

AtualidadePassageiros surpreendidos no Porto com greve na TAP
Close-upTartarugas Ninja voltam a invadir salas de cinema
Mais Economia
31.10.14
As prestações do crédito à habitação revistas em novembro vão descer para os empréstimos com taxas Euribor associadas a três e seis meses, segundo...

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled