Cheias na China obrigaram à evacuação de mais de 100 mil pessoas

25.07.2010 - 12:24
As cheias e deslizamentos de terras na China obrigaram à evacuação de mais de 100 mil pessoas e já provocaram mais de 1000 mortes, uma situação que se poderá ainda agravar, alertou o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao.
 

A China enfrenta a pior época das chuvas da última década, que provocou a maior subida do nível da água do rio Yangtsé, o mais longo do país, desde 1987, uma situação que está a ter o impacto mais grave nas regiões do Norte da China.

Na província chinesa de Sichuan, fortemente abalada por um sismo em 2008, as chuvas varreram as casas de um andar e obrigaram ao corte de estradas, abastecimento de energia e telecomunicações e à evacuação de mais de 100 mil pessoas que estão a ser realojadas em armazéns e tendas em locais de maior altitude.  

Em Shaanxi, a norte de Sichuan, foram também evacuadas 6.400 pessoas das suas casas e na província de Hubei cerca de 7.700 pessoas.  

A situação poderá agravar-se, já que as previsões meteorológicas para a China apontam para a continuação das chuvas nos próximos dias, o que levou o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, a alertar hoje, domingo, as autoridades locais para se prepararem para "mais cheias e desastres".  

Wen Jiabao defendeu que a China está numa "fase crucial" do controlo das cheias.  

As cheias que atingem 28 províncias, regiões e municípios da China, especialmente a Norte do país, causaram perdas económicas estimadas em, pelo menos, 25 mil milhões de dólares americanos (19 mil milhões de euros) e afectaram 120 milhões de pessoas, anunciou o Governo chinês.  

Em 1998, o pior ano de cheias de que a China tem memória, as chuvas fortes e a subida do nível da água dos rios provocaram mais de 4.000 mortes e forçaram à evacuação de 18 milhões de pessoas. 

 
 
Cronologia 2014
PEPE Jornadas Empreendedorismo Turismo - JN Destaque
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.



Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled