Coreia do Norte ameaça com "guerra sem quartel" contra EUA e Coreia do Sul

10.03.2013 - 11:28
A Coreia do Norte ameaçou, este domingo, travar uma "guerra sem quartel" contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos, que na segunda-feira iniciam manobras militares considerados pelo regime de Pyongyang como um ensaio para invadir o país.
 
AFP PHOTO / KCNA via KNS
Líder norte-coreano Kim Jon Un, sentado, junto de chefes militares

"A nossa linha de frente militar, da Armada, da Marinha e Força Aérea, as unidades antiaéreas e as de mísseis estratégicos, que já se encontra na fase de guerra sem quartel, aguardam a ordem final para atacar", anunciou, este domingo, o jornal norte-coreano Rodong, órgão oficial do partido único norte-coreano, citado pela agência EFE.

Leia Também

A publicação assegurou também que as armas nucleares do país comunista estão "prontas para o combate".

"Os regimes fantoche dos Estados Unidos da América e da Coreia do Sul serão transformados num mar de fogo num piscar de olhos" se a guerra explodir, alertou o jornal.

As ameaças já tinham sido emitidas pela Coreia do Norte esta semana, antes das novas sanções das Nações Unidas relativamente ao seu mais recente teste nuclear.

Entre elas, está a promessa de anular os acordos de cessar-fogo com a Coreia do Sul e de cortar a única linha de comunicação com o governo norte-coreano na segunda-feira, quando começar o ensaio militar anual da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

A operação envolve cerca de 10 mil efetivos sul-coreanos e 3500 estadunidenses, um porta-aviões e aviões de combate, que se juntam às manobras "Foal Eagle" que as forças conjuntas dos dois países iniciaram no dia 1.

Ler Artigo Completo
 
 
Unibanco - JN 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
Mais Mundo
25.10.14
As autoridades judiciais iranianas enforcaram este sábado de madrugada Reihané Yabarí, a jovem de 26 anos condenada à morte por matar o homem que...
25.10.14
Dezasseis pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas num acidente numa mina de carvão na região autónoma de Xinjiang, no oeste da China.
25.10.14
Alyona Smertina e Maria Lypkan vivem em Portugal, mas o "coração está lá", na pátria de onde saíram para ter uma vida melhor. Sempre atentas aos...

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled