Coreia do Norte ameaça com "guerra sem quartel" contra EUA e Coreia do Sul

10.03.2013 - 11:28
A Coreia do Norte ameaçou, este domingo, travar uma "guerra sem quartel" contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos, que na segunda-feira iniciam manobras militares considerados pelo regime de Pyongyang como um ensaio para invadir o país.
 
AFP PHOTO / KCNA via KNS
Líder norte-coreano Kim Jon Un, sentado, junto de chefes militares

"A nossa linha de frente militar, da Armada, da Marinha e Força Aérea, as unidades antiaéreas e as de mísseis estratégicos, que já se encontra na fase de guerra sem quartel, aguardam a ordem final para atacar", anunciou, este domingo, o jornal norte-coreano Rodong, órgão oficial do partido único norte-coreano, citado pela agência EFE.

Leia Também

A publicação assegurou também que as armas nucleares do país comunista estão "prontas para o combate".

"Os regimes fantoche dos Estados Unidos da América e da Coreia do Sul serão transformados num mar de fogo num piscar de olhos" se a guerra explodir, alertou o jornal.

As ameaças já tinham sido emitidas pela Coreia do Norte esta semana, antes das novas sanções das Nações Unidas relativamente ao seu mais recente teste nuclear.

Entre elas, está a promessa de anular os acordos de cessar-fogo com a Coreia do Sul e de cortar a única linha de comunicação com o governo norte-coreano na segunda-feira, quando começar o ensaio militar anual da Coreia do Sul e dos Estados Unidos.

A operação envolve cerca de 10 mil efetivos sul-coreanos e 3500 estadunidenses, um porta-aviões e aviões de combate, que se juntam às manobras "Foal Eagle" que as forças conjuntas dos dois países iniciaram no dia 1.

Ler Artigo Completo
 
 
Conferência 3º Aniv DV - JN Destaque 300x100
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Live Clips

MC dos Dealema lança o segundo disco a solo

AtualidadeUm dia negro para Sócrates
Live TrailersSerena
Mais Mundo
24.11.14
Quase meia centena de cidadãos estrangeiros, sobretudo da Guiné-Conacri, foram apanhados pelas autoridades angolanas entre 14 e 23 de novembro...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

73 Comentários


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled