Restrições à imigração na Suíça são "tendência da UE"

24/04/2013
A decisão do governo suíço de alargar restrições à entrada de imigrantes "acompanha uma tendência da União Europeia", criticou esta quarta-feira o Partido Comunista Português.
 

Em declarações à Lusa, Rui Fernandes, membro da Comissão Política do PCP, manifestou-se "contra" a decisão tomada pelo governo suíço, no sentido de prolongar por mais um ano as restrições à entrada de imigrantes da Europa Central e Oriental e de as alargar, a partir de maio, a todos os cidadãos de países da União Europeia.

Leia Também

Considerando que a decisão suíça "acompanha orientações decididas no âmbito da União Europeia", o responsável comunista admite a possibilidade de vir a ser este "o caminho" noutros países, incluindo Portugal, dado que o Governo "já assumiu, do ponto de vista interno", a Diretiva do Retorno.

"Apelidada de diretiva da vergonha", aquela legislação comunitária abre caminho a "uma seleção, uma catalogação, uma hierarquia" entre os imigrantes "empreendedores e com capacidade para montar negócios", que serão recebidos "de braços abertos", e "os outros, os que vão à procura de trabalho".

O Conselho Federal da Suíça decidiu ativar uma cláusula de salvaguarda prevista no acordo sobre livre circulação de pessoas assinado com a União Europeia em 2002.

Esta cláusula é uma opção de controlo, que permite à Suíça estabilizar, de forma unilateral, as quotas máximas de títulos de residência, de curta e longa duração, decisão que vai afetar os cidadãos portugueses que pretendem emigrar para a Suíça.

Entre janeiro e novembro de 2012 emigraram para a Suíça mais de 12.960 portugueses, segundo a Agência Federal para a Imigração da Suíça. A comunidade portuguesa na Suíça está estimada em 240 mil pessoas.

 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Mundo
22.05.15
O filho do ex-Presidente das Honduras Porfirio Lobo foi detido no Haiti por autoridades locais e norte-americanas por tráfico de droga e transferido...
21.05.15
As Forças Armadas dos Estados Unidos reconheceram, pela primeira vez, a existência de vítimas civis dos bombardeamentos que fizeram no Iraque e na...
21.05.15
A Câmara dos Deputados de Itália aprovou a lei com a qual o país quer atacar a corrupção, a fraude fiscal e a associação criminosa, e que permaneceu...
21.05.15
Centenas de crianças costa-marfinenses partilham celas com adultos, devido à sobrelotação das cadeias no país, denunciou esta quinta-feira a ONU.
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 


Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled