Vídeo com presos decapitados choca Brasil

07.01.2014 - 14:58
Vários detidos alegadamente do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, Brasil, filmaram com um telemóvel parte da selvajaria praticada contra outros presos, incluindo a exibição de corpos ensanguentados e cabeças decapitadas.
 
Vídeo com presos decapitados choca Brasil
foto DR
Vídeo publicado na "Folha de São Paulo"

O vídeo, de dois minutos e 32 segundos, foi divulgado, esta pelo sítio web do jornal brasileiro "Folha de São Paulo". As imagens foram encaminhadas ao jornal pelo Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão.

Nas cenas, que terão sido gravadas no dia 17 de dezembro, é possível ver apenas a perna dos criminosos, que chegam a brincar com o corpo das suas vítimas. Um deles chuta a cabeça de um cadáver, e em seguida exibe outras duas cabeças separadas dos seus corpos.

Os detidos vítimas das agressões aparecem com diversos ferimentos profundos, causados, segundo o jornal, por cortes com facas e estiletes.

O Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Maranhão confirmou à Lusa o encaminhamento do vídeo. O arquivo com as imagens terá sido compartilhado entre os presidiários até chegar a alguém fora da cadeia e, em seguida, às mãos de responsáveis do Sindicato.

Segundo uma representante da instituição, que não quis identificar-se, não há dúvidas quanto ao local onde as imagens foram feitas, principalmente pela possibilidade de identificação do rosto das vítimas.

O Complexo Penitenciário de Pedrinhas fica localizado num bairro rural de São Luís, capital do Maranhão, no nordeste brasileiro, e tem sofrido com constantes rebeliões e brigas entre fações rivais que já levaram à morte de 62 detidos em 2013.

Ler Artigo Completo
 
 
EntrepostoCRP SemanaCliente - JN 300x100
Unibanco - JN 300x100
Empresas na Caixa 300x100 JN
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
Mais Mundo
21.10.14
O Parlamento Europeu atribuiu esta terça-feira o Prémio Sakharov 2014, galardão que premeia a liberdade de pensamento e a defesa dos direitos humanos...
21.10.14
"Jihadistas" apedrejaram até à morte uma jovem síria acusada de adultério, segundo um vídeo colocado esta terça-feira na internet pelo grupo extremista...

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled