Presidente angolano mandou baixar preços das casas na nova cidade de Kilamba

09/11/2012
O Presidente angolano, José Eduardo dos Santos, deu, esta sexta-feira, orientações para a diminuição dos preços das casas que aguardam serem comercializadas na nova centralidade urbana do Kilamba, 30 quilómetros a sul de Luanda.
 
Youtube

O objetivo é garantir que o Kilamba seja habitado "o mais rapidamente possível", escreveu a agência Angop, citando o Presidente.

José Eduardo dos Santos efetuou hoje uma visita de trabalho àquela área e deixou as orientações durante um encontro com os responsáveis da Sonangol Imobiliária e Propriedade, entidade responsável pela gestão e comercialização das habitações.

Segundo a agência noticiosa Angop, inicialmente os preços das casas no Kilamba foram fixados entre os 98.250 e os 157.200 euros, conforme os modelos disponíveis.

Construído por empresas chinesas de construção civil, o Kilamba foi inaugurado em julho de 2011 e o projeto global foi concebido para se desenvolver em três fases, com 80 mil apartamentos, numa área de 54 quilómetros quadrados, contemplando 710 edifícios, 24 creches, nove escolas primárias, oito escolas secundárias e 50 quilómetros de vias, constitui um elo de transição para a nova urbe de Luanda, que se vai situar junto à margem do rio Kwanza.

Numa primeira fase, foram disponibilizados 115 edifícios, com 3180 apartamentos, 48 lojas e dez quilómetros de arruamentos.

A dimensão do projeto atualmente existente parece maior face à diminuta ocupação dos fogos disponíveis, com informações que apenas 220 apartamentos se encontram presentemente ocupados, segundo uma reportagem da BBC divulgada no passado mês de julho.

Ler Artigo Completo
 
 
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora
subscrever

 
 
Mais Mundo
03.07.15
Mais de 1300 estrangeiros em situação ilegal foram expulsos de Angola na última semana de junho, um aumento de quase 400 casos numa semana.
03.07.15
Um helicóptero da SonAir, serviço aéreo da petrolífera estatal angolana Sonangol, está desaparecido com seis pessoas a bordo.
30.06.15
Um agente da polícia moçambicana foi condenado por pedofilia em Báruè, província de Manica, no centro de Moçambique, mas a pena de prisão foi convertida...
29.06.15
Quase 2,7 milhões de angolanos foram alfabetizados desde 2012, mas razões culturais continuam a afastar milhares de mulheres do ensino de adultos...
16.06.15
A Renamo, maior partido de oposição em Moçambique, disse hoje que sofreu dois ataques militares do Governo na última semana, um dos quais com mortos...
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

 

Mais Lidas
02.07.15
A mãe que deixou o filho de três anos morrer num baloiço, nos EUA, esteve no funeral da criança e levou uma carta com uma dedicatória. Os pais, que...


Global Notícias - Media Group S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled