Grupo armado rouba 200 mil euros em ouro e dispara na fuga

 | 11.04.2012 - 00:00
Marília Oliveira era uma mulher revoltada. Esta terça-feira, pouco antes das 10 horas, três encapuzados entraram na sua pequena oficina de ourives, na Travessa do Professor Egas Moniz, em Jovim, Gondomar, onde estavam uma irmã e um funcionário.
 
Grupo armado rouba 200 mil euros em ouro e dispara na fuga
foto José Mota/Global Imagens
Palmira Correia confortada por uma amiga

Levaram todo o ouro (que valeria mais de 200 mil euros) dos cofres. Desde o início do ano e até ao fim de março, foram já 64 os negócios de ouro assaltados (ver balanço ao lado).

"Ficámos sem nada. Quando os vi entrar, custou-me a crer que fosse um assalto. Eu estava no escritório e um deles, o que estava armado, foi buscar-me. Vi a minha irmã [Palmira Correia] e o funcionário deitados no chão e outros dois a carregarem tabuleiros cheios de peças", recordou, com a voz embargada.

Com os dois cofres abertos, os assaltantes esvaziaram os tabuleiros e levaram dois punções da oficina Henriouro, que tem mais de 40 anos, e a carteira de Palmira Correia.

"O que estava armado queria levar a minha bolsa, mas eu avisei que necessitava muito dos documentos médicos e hospitalares que lá estavam e ele deixou-a ficar. Na altura, ainda pensei se lhe tirava o capuz ou se devia reagir", recordou a empresária.

Marília Oliveira indigna-se com a insegurança que caracteriza a atividade. "Pagamos impostos, diretamente enquanto fabricantes e indiretamente como todos os cidadãos, e não temos direitos. Entram aqui, levam-me tudo e não lhes acontece nada. Andamos a cortar em tudo o que podemos, como o seguro, para continuarmos a sobreviver e acontece isto", referiu.

Os assaltantes saíram e dirigiram-se a uma carrinha Peugeot Partner, de cor preta, onde estava um cúmplice. "Ouvi gritos vindos da oficina e fui ao portão. Vi-os e desatei a chamar-lhes ladrões. Um dos que tinham os tabuleiros virou-se e deixou cair muitas peças. Outro disparou para o ar e arrancaram", conta Madalena Nogueira.

Ler Artigo Completo
 
 
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
Mais Segurança
29.11.14
Um homem baleou, esta sexta-feira, em São João da Madeira, a ex-namorada e o actual companheiro da mesma. As vítimas encontram-se em estado grave...
28.11.14
Duarte Lima foi, esta sexta-feira, condenado a 10 anos de prisão efetiva por burla qualificada e branqueamento de capitais.
28.11.14
O Tribunal do Marco de Canaveses, no distrito do Porto, decretou a prisão preventiva do homem de 39 anos suspeito de ter matado, na quinta-feira...
28.11.14
O Tribunal de Aveiro condenou a 11 anos de prisão o homem, de 26 anos, que matou, há quase um ano, na Mealhada, um ajudante de padeiro.
Comentar
Caracteres Disponíveis: 750
Enviar Comentário
Obrigado! O seu comentário ficará visível dentro de momentos.
Ocorreu um erro. Tente novamente mais tarde.

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores.
Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados.
Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

44 Comentários


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled