Ministério Público pede quatro anos de prisão para Sónia Brazão

 | 29.10.2013 - 12:43
O Ministério Público pediu, esta terça-feira, uma condenação não inferior a quatros anos de prisão para Sónia Brazão, que está a ser julgada por um crime de libertação de gases asfixiantes e explosão.
 
Ministério Público pede quatro anos de prisão para Sónia Brazão
foto STEVEN GOVERNO/GLOBAL IMAGENS
Julgamento de Sónia Brazão decorre em Oeiras

Nas alegações finais, esta manhã, no Tribunal de Oeiras, o MP asseverou que, a ser condenada a pena suspensa, a atriz terá de ser sujeita a acompanhamento psicológico e psiquiátrico.

Para o MP, o Sónia Brasão pretendeu cometer suicídio e para tal abriu voluntariamente os bicos do fogão e provocou a explosão, a 3 de junho de 2011, na casa da atriz, em Algés, causando dois feridos e provocando estragos em dezenas de viaturas e várias casas vizinhas.

A atriz sofreu queimaduras de 2.º e 3.º graus no corpo e esteve internada com prognóstico muito reservado.

A investigação da Polícia Judiciária apontou no sentido de a atriz ter "intencionalmente aberto os bicos do fogão", provocando uma libertação excessiva de gás, "mas sem intenção de originar uma explosão no apartamento".

 
 
Empresas na Caixa 300x100 JN
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Close-up

Tartarugas Ninja voltam a invadir salas de cinema

AtualidadePassageiros surpreendidos no Porto com greve na TAP
LivrosPapa Francisco "super star"


Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled