O último samba de Dorival Caymmi

17.08.2008 - 00:30
O compositor, cantor e pintor brasileiro Dorival Caymmi morreu no seu domicílio no Rio de Janeiro. Nome histórico da música popular brasileiro, criou algumas dos maiores êxitos de sempre. Contava 94 anos.
 

Dorival Caymmi estava doente há um ano, padecendo de insuficiência renal e de uma situação cardíaca pouco favorável. A doença acabou por vencê-lo ontem de madrugada. O artista faleceu em sua casa, no bairro de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Caymmi é referência obrigatória da música popular brasileira, onde assinou êxitos imortais, que têm acompanhado gerações, como são os casos de "Marina", "Modinha para Gabriela", "Maracangalha", "Saudade de Itapuã", "O Dengo que a Nega Tem" ou "Rosa Morena", entre muitos outros.

A sua música foi gravada pelos mais reputados músicos brasileiros e teve em Vinicius de Moraes um dos seus maiores admiradores. Aliás, nos seus concertos, que se prolongavam à medida que bebia a garrafa do seu inseperável whisky, Vinicius não se cansava de falar no nome de Caymmi ( e também de João Gilberto), como um dos compositores de maior talento do seu país.

Também António Carlos Jobim elogiou as qualidades de Caymmi:"O Dorival é um génio. Se eu pensar em música brasileira, eu vou sempre pensar em Dorival Caymmi. Ele é uma pessoa incrivelmente sensível, uma criação incrível. Isso sem falar no pintor, porque o Dorival também é um grande pintor".

Dorival Caimmi era descendente de italianos e desde cedo despertou para a música, uma vez que convivia com parentes que gostavam de tocar piano e o próprio pai era músico amador.

Em criança cantou no coro de uma igreja e , aos 13 anos, deixou de estudar para trabalhar num jornal, depois foi vendedor de bebidas.

Ler Artigo Completo
 
 
Empresas na Caixa 300x100 JN
Fazemos Bem JN 300x100
BT Edições Multimédia
 
subscreva já
newsletter diária jn
Receba diariamente no seu e-mail a Newsletter do JN e alertas de última hora

 
 
VER VÍDEO
Livros

Papa Francisco "super star"

Close-upTartarugas Ninja voltam a invadir salas de cinema
JN RunningArmy Race, um mergulho na vida militar

Comentários
Reacções no Twitter
Comentar

Caracteres disponíveis: 750

Receber alerta de resposta Aparecer como Anónimo
Lembrar dados Pessoais

Nota: Os comentários deste site são publicados sem edição prévia e são da exclusiva responsabilidade dos seus autores. Consulte a Conduta do Utilizador, prevista nos Termos de Uso e Política de Privacidade. O JN reserva-se ao direito de apagar os comentários que não cumpram estas regras. Aparecer como anónimo - os dados (nome e-mail) são ocultados. Os comentários podem demorar alguns segundos para ficarem disponíveis no site.

Se tem conta, faça Login

Email

Password

Legenda

Utilizador RegistadoUtilizador Registado    Utilizador Não RegistadoUtilizador Não Registado






Controlinveste Conteúdos, S.A. Todos os direitos reservados
Termos de Uso e Política de Privacidade |  Ficha Técnica |  Quem Somos |  Contactos |  Webmaster This website is ACAP-enabled