Jornal de Notícias
Blogues JN | Este Blog na Rede Facebook Twitter RSS

Nós na Rede

um blogue de Daniela Espírito Santo

tag: Marlon Correia

Assim que as primeiras notícias do que aconteceu esta madrugada no Queimódromo do Porto surgiram na Internet, muitos mostraram a sua indignação pela morte de Marlon Correia. Uma página de Facebook criada para o efeito já reune milhares de seguidores. 

 

Um violento assalto tirou a vida a um jovem estudante de Desporto, no Queimódromo do Porto, esta madrugada. A notícia apanhou muitos portuenses (e não só) de surpresa e relançou o debate sobre a segurança em Portugal e, muito especialmente, em grandes recintos e eventos de lazer como a Queima das Fitas. 

 

Marlon Correia, de 24 anos, foi baleado mortalmente ao impedir o assalto das bilheteiras do Queimódromo, tendo sido o seu óbito confirmado ainda no local. Dois seguranças foram, ainda, feridos no confronto com os assaltantes, que ainda se encontram a monte. 

 

O acontecimento marcou a manhã noticiosa em Portugal, causando indignação nas redes sociais, especialmente entre muitos jovens portuenses, em vésperas de início das atividades da Queima (que tem início esta noite com a Monumental Serenata). Entre as mensagens de apoio à família de Marlon, muitos pedidos de justiça e apelos à polícia para encontrar os responsáveis.

 

Nesse sentido, surgiu ao final da manhã deste sábado uma página no Facebook, entitulada "Marlon Correia - Queremos Justiça". "Não paramos enquanto não for encontrado o responsável ou responsáveis pela morte de Marlon Correia. Queremos Justiça", pode ler-se no cabeçalho de informação do espaço.

 

Em apenas duas horas, a página já reune 9 mil "gostos", número que não pára de crescer a cada minuto. Muitos têm aproveitado o espaço para deixar as suas mensagens de condolências à família, recordarem a vida do estudante de Desporto e pedirem a atuação rápida da Polícia Judiciária para encontrar os culpados. Outros manifestam a sua preocupação com a segurança do recinto, que hoje abre ao público para a primeira noite de Queima.  

 

Marlon Barbosa Correia, 24 anos, era finalista da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e jogador de futebol do Sporting Clube Arcozelo, em Gaia. O jovem estava envolvido há algum tempo em diversas atividades académicas e esta não era a sua primeira Queima das Fitas enquanto membro da organização.

2 Comentário(s) Partilhar na Rede


sobre mim
Daniela Espírito Santo
Porto
na rede
LinkedIn Facebook Twitter Foursquare Orkut
Entusiasta das redes sociais e do jornalismo móvel. Presente no top 25 de jornalistas portugueses no Twitter, em 2009. Nos tempos livres, é voluntária em associações de solidariedade social e frequentadora assídua de festivais e concertos. Obrigado por visitar.
pesquisar
pub
tag cloud
twitter jn

Global Notícias SGPS, S.A. Todos os direitos reservados.