Cultura

Ana Malhoa diz que é difícil ser artista e mulher em Portugal

Ana Malhoa diz que é difícil ser artista e mulher em Portugal

No novo projeto musical, que chegará ao mercado em breve, a cantora está mais presente na escrita dos temas e revela que os fãs vão ficar surpreendidos: "Vem aí uma Ana Malhoa a cantar como nunca ouviram".

Em entrevista exclusiva ao JN, Ana Malhoa fala do novo disco, da carreira na televisão e do papel da mulher na música e na sociedade em geral. Excerto de uma entrevista que pode ler na íntegra na versão e-paper ou na edição impressa.

Como é viver da música em Portugal?

É fácil e difícil. É fácil quando te aplicas, quando trabalhas, quando tens consciência daquilo que queres e quando és profissional, o que muitas vezes não acontece. É difícil, principalmente porque há mentalidades que não veem a mulher como artista. Então é muito mais difícil para a mulher portuguesa ser artista. A principal barreira de um artista em Portugal é ser mulher. As pessoas que compram, que estão ligadas a determinadas entidades e instituições, as próprias editoras não veem a mulher como figura principal da música. Acho que há ainda muito preconceito em relação à mulher.

E se for uma artista ousada e arrojada, como é o seu caso, essa situação agrava-se?

É pior ainda. És um alvo a abater.

É isso que tem sentido?

Sim, mas não me machuca nada. Nasci com esta veia de guerreira e de teimosa que, tal como eu escrevi na música, muitos tentam, mas falham.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado