O Jogo ao Vivo

Cultura

Autópsia confirma que Nicolau Breyner morreu de ataque cardíaco

Autópsia confirma que Nicolau Breyner morreu de ataque cardíaco

Nicolau Breyner morreu devido a um ataque cardíaco, revelou a autópsia realizada esta terça-feira, em Lisboa.

Segundo confirmou o JN, o ator, de 75 anos, que faleceu segunda-feira em sua casa, terá sido vítima de um enfarte do miocárdio, um doença que ocorre quando uma ou mais artérias que irrigam o coração ficam bloqueadas e este órgão não recebe sangue e oxigénio nas quantidades de que necessita. Os médicos solicitaram exames complementares de diagnóstico, nomeadamente de toxicologia e de anatomia patológica, para um melhor conhecimento das circunstâncias da morte.

As exéquias do ator Nicolau Breyner realizam-se esta terça-feira na Basílica da Estrela, em Lisboa, a partir da 19 horas, sendo rezada missa de corpo presente às 20 horas, disse a assessoria do ator.

O funeral realiza-se amanhã, a partir das 15 horas, com uma missa na Basílica, seguindo depois para o cemitério do Alto de São João, onde o corpo será cremado.

Nascido em Serpa, no distrito de Beja, a 30 de julho de 1940, com uma carreira de mais de 60 anos, o ator deixou uma marca nos palcos e na televisão portuguesa, sobretudo através de comédias e de telenovelas como "Vila Faia" e "Cinzas", entre outras. Ficou também conhecido do grande público em programas de televisão como "Eu Show Nico" e "Nicolau no país das maravilhas", no qual criou o 'sketch' "Senhor feliz e senhor contente", com Herman José.

Anteriormente, Nicolau Breyner tinha trabalhado no teatro de revista e em comédia. Estava atualmente a participar nas gravações da telenovela da TVI "A Impostora".

Conteúdo Patrocinado