Cultura

Lady Gaga prestou tributo a Bowie e Rihanna cancelou atuação

Lady Gaga prestou tributo a Bowie e Rihanna cancelou atuação

A cantora Rihanna cancelou à última hora a atuação prevista para a noite de segunda-feira na 58.ª edição dos Prémios Grammy, em Los Angeles, EUA, invocando problemas vocais.

Rihanna, originária dos Barbados, foi vista a entrar no Staples Center, em Los Angeles, onde tem lugar a gala, mas a cerimónia prosseguiu sem a sua atuação.

Fontes da produção do evento indicaram ao portal TMZ que a artista abandonou o recinto após os ensaios devido a problemas de bronquite.

Apesar de se ter oposto inicialmente a renunciar à atuação, Rihanna acabou por acatar as recomendações de um médico no local da gala, tendo a cantora deixado o lugar sem desfilar pela passadeira vermelha.

Estava previsto que a artista interpretasse a música "Kiss It Better" do seu novo álbum "ANTI", lançado em janeiro.

Rihanna fazia parte das atuações previstas para a 58.ª edição dos Prémios Grammy, cuja cerimónia teve início às 17:00 (01:00 em Lisboa).

O tributo de Lady Gaga a David Bowie foi um dos momentos que marcaram a cerimónia, em que também foram homenageados outros músicos falecidos, como Glenn Frey, Maurice White ou B.B. King.

Com um jogo de luzes que desenhou sobre a sua face os mil e um rostos do camaleónico David Bowie, Lady Gaga ofereceu um espetáculo muito visual e colorido, que cruzou músicas do artista britânico como "Space Oddity", "Changes" ou "Ziggy Stardust", com o grande final a chegar com "Heroes" e a exibição de uma imagem de David Bowie sobre um fundo espacial.

O tributo a Bowie não foi o único da noite, já que Jackson Browne e os membros dos The Eagles tocaram juntos "Take It Easy" para honrarem o desaparecido Glenn Frey.

Além disso, Stevie Wonder recordou Maurice White, fundador dos Earth, Wind & Fire, enquanto Chris Stapleton, Gary Clark Jr. e Bonnie Raitt se juntaram em palco em memória do guitarrista de blues B.B. King.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado