Futebol

Benfica vence no Estoril e aproxima-se do topo

Benfica vence no Estoril e aproxima-se do topo

A equipa de Rui Vitória teve de recuperar de uma desvantagem, mas celebrou o triunfo (2-1) e aproveitou da melhor forma o deslize do Sporting, em casa, com o Tondela. Agora, as águias estão a dois pontos do primeiro lugar.

O jogo começou com uma grande oportunidade do Benfica, mas Jonas, em dia não, acertou no poste da baliza do Estoril. A resposta dos canarinhos foi rápida e letal: jogada rápida pela direita, cruzamento para a área e Leo Bonatini a desviar, com grande classe, para o fundo da baliza de Júlio César.

Em vantagem, a equipa de Fabiano Soares foi recuando no terreno e o Benfica aproveitou, mas Jimenez, isolado, permitiu a defesa de Kieszek e Jonas, em cima do intervalo, atirou ao lado.

Rui Vitória trocou Jiménez por Mitroglou ao intervalo e acertou em cheio. O grego falhou a primeira oportunidade da segunda parte, é verdade, mas aos 52 minutos garantiu o empate. Bem na receção da bola e rotação, o ponta-de-lança contou ainda com um desvio num adversário para celebrar o sétimo golo no campeonato.

Aos 65 minutos, lance polémico na área estorilista, com Kieszek a perder a noção do espaço e a recuperar a bola em cima da linha de golo, ficando a dúvida se o esférico ultrapassou, por completo, a linha.

O golo do triunfo benfiquista surgiu aos 68 minutos e após uma bela jogada coletiva do ataque do Benfica. Jonas assinou a assistência e Pizzi, com um remate cruzado, a lançar a festa nas bancadas do António Coimbra da Mota, cheias de adeptos encarnados.

O Benfica poderia ter tido um final de jogo mais tranquilo, mas Jonas mostrou que a noite não era dele, falhando duas boas oportunidades para fazer o terceiro golo. No entanto, o mais importante estava garantido e o Benfica está mais perto do Sporting.

Conteúdo Patrocinado