Desporto

Cavaco Silva critica número de estrangeiros nos clubes portugueses

Cavaco Silva critica número de estrangeiros nos clubes portugueses

O presidente da República, Cavaco Silva, condecorou esta terça-feira a selecção portuguesa de futebol de sub-20 que se sagrou vice-campeã no Mundial da Colômbia e aproveitou a ocasião para criticar o número de estrangeiros que competem em Portugal.

"Esta selecção demonstrou que algo está errado no futebol português, quando mais de 50% dos jogadores que actuam em Portugal são estrangeiros", disse Cavaco Silva, na cerimónia realizada no Palácio de Belém.

Os jogadores da selecção das "quinas" receberam a condecoração de Cavaleiro da Ordem do Infante Dom Henrique, enquanto a equipa técnica de Ilídio Vale foi agraciada com a Comenda da Ordem do Infante Dom Henrique.

"Esta equipa teve um comportamento brilhante no Mundial, é motivo de orgulho e impressionou o Mundo", disse ainda o presidente da República, vincando que a selecção deu "um bom exemplo para o país".

"É prova que os jovens portugueses podem ser campeões em qualquer área", acrescentou.

O vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Amândio de Carvalho, foi também condecorado e seguiu o discurso de Cavaco Silva, lamentando a falta de confiança dos clubes nos jogadores portugueses.

"Não estamos a apostar nos jovens e é uma coisa que nos faz impressão. Este acto é estimulante até para levantar o ego de algumas pessoas. Temos que apostar no futebol português e nos jogadores", afirmou o dirigente.

Por seu lado, o selecionador Ilídio Vale falou em "dever cumprido" e no reconhecimento do feito da selecção de sub-20.

"É um sentimento muito especial, um sentido de dever cumprido e reconhecimento naquilo que é possível acreditar. Sabíamos que podíamos não ser os mais talentosos, mas fomos dos mais fortes e chegámos lá com muito sacrifício", frisou o técnico.

O avançado Nelson Oliveira, que foi nomeado o segundo melhor jogador do Mundial 2011, mostrou-se "orgulhoso" com a condecoração e espera agora continuar a sua "formação como jogador".

"O mais importante nesta fase é jogar e evoluirmos como jogadores. Ainda não somos jogadores, somos miúdos que ainda há pouco jogavam na formação", alertou o avançado do Benfica.

Na cerimónia esteve também presente o selecionador da equipa principal, Paulo Bento.

Recorde-se que a selecção portuguesa de sub-20 alcançou a final do recente Mundial2011, acabando por perder o jogo decisivo frente ao Brasil, por 3-2, após prolongamento.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM