Futebol

Conselho de Arbitragem pede contenção às críticas dos clubes

Conselho de Arbitragem pede contenção às críticas dos clubes

O Conselho de Arbitragem, liderado por José Fontelas Gomes, reuniu esta quarta-feira com os clubes das ligas profissionais e pediu uma maior contenção aos dirigentes dos emblemas, que têm lançado muitas críticas.

A confirmação foi dada pelo presidente do Rio Ave, António Silva Campos, à saída da reunião que decorreu durante a tarde, na Cidade do Futebol. "Sim, efetivamente, pediram [maior contenção verbal]", atirou o responsável.

Já Bruno Mascarenhas, representante do Sporting e vogal do Conselho Diretivo leonino, revelou que o Conselho de Arbitragem assumiu "o compromisso de em breve" tornar públicos os relatórios dos árbitros. "Conseguimos com isso pacificar, credibilizar e dar alguma transparência ao futebol português", afirmou, acrescentando que "será assim que possível". "Neste momento, passa sobretudo pela vontade do presidente da Federação [Fernando Gomes]", rematou.

O Conselho de Arbitragem, por sua vez, reagiu ao encontro com os clubes através de comunicado. "Foi um encontro de trabalho franco, aberto e por isso proveitoso", pode ler-se na nota publicada no site da Federação. O órgão federativo respondeu, também, aos recentes ataques. "Aceitamos a crítica, se ela for construtiva. E sabemos que a arbitragem será sempre uma área potencialmente geradora de críticas. Mas nunca aceitaremos que os árbitros sejam os bodes expiatórios de insucessos". E mais, já pela palavra de Fontelas Gomes: "O Conselho de Arbitragem, a que presido, gere os árbitros e a arbitragem. E não permite magistérios de influência, de comentadores, de ex-árbitros, de alguém ou de alguma organização em particular, sobre a arbitragem e sobre este Conselho".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM