Real Madrid

Depilação deixa Marco Asensio fora de jogo da Liga dos Campeões

Depilação deixa Marco Asensio fora de jogo da Liga dos Campeões

Médio de 21 anos não disputou, esta quarta-feira, a partida da Liga dos Campeões por um corte ter originado uma infeção na perna.

Costuma dizer-se que no melhor pano cai a nódoa e a frase assenta na perfeição a Marco Asensio. O futebolista, de 21 anos, estava a ter um início de época deslumbrante ao serviço do Real Madrid e da seleção espanhola até esta terça-feira ter tido a infeliz ideia de fazer sozinho a depilação do seu corpo.

A coisa correu mal porque o corte de um dos pelos da perna originou uma infeção que lhe custou, na quarta-feira, a presença na partida da Champions dos merengues, frente ao Apoel de Nicósia. No entanto, antes, a primeira explicação, dada entre sorrisos pelo treinador Zinedine Zidane, foi a de que o médio estava a contas com um furúnculo que o impedia de correr e de ter as suas meias subidas.

A Imprensa espanhola, especialmente a catalã, descobriu com celeridade o que realmente se passava e, claro, delirou com o episódio muito pouco comum. Os órgão de comunicação social mais afetos ao Real Madrid foram mais suaves no tratamento do assunto, aproveitando até para referir que, deste modo, o atleta, natural de Palma de Maiorca, tinha mais tempo de descanso para o próximo duelo da liga espanhola, no domingo ante a Real Sociedad, em San Sebastián.

A história, plena de humor, não chega porém para ofuscar o atual brilho de Asensio. Explodiu esta época no Real Madrid depois de Zidane ter impedido a sua saída, na última época, por considerar incomparável o seu talento.

Desde agosto, já marcou quatro golos pela sua equipa - dois na Supertaça, frente ao Barcelona, e outros dois no campeonato, diante do Valência. Na seleção espanhola, deu também bastante nas vistas na partida com a Itália. Fora o caso de uma depilação falhada, cresce o interesse por um jogador ímpar.

Jornal brinca com episódio insólito

A Imprensa estrangeira não deixou passar o episódio de Asensio em claro. Com bastante humor, o jornal L"Equipe escreveu que a infelicidade nunca poderia ter acontecido a... Luís Figo, o ex-internacional português, agora com 44 anos. Não foi a primeira vez que um caso insólito deixou um futebolista de fora de uma competição internacional. Em 2002, ocorreu um incidente bastante mais dramático: Santiago Cañizares, na altura o guarda-redes do Valência, não pôde participar no Campeonato do Mundo por um frasco de perfume ter caído em cima do pé direito. Afetou-lhe o tendão e foi operado. A história é tão bizarra que em Espanha há ainda quem não acredite hoje na versão...

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado