Violência

"Fui agredido a murro e a pontapé"

"Fui agredido a murro e a pontapé"

Árbitros vítimas de violência contam as suas histórias.

A tempestade furiosa que se abateu sobre os árbitros já fez mossa em 44 juízes ao longo da presente temporada, nas mais variadas latitudes do país que, convém recordar, abriga a seleção campeã da Europa. E por detrás dos números, sem paralelo nos últimos anos e reveladores do clima agreste contra os homens do apito, escondem-se pessoas. Menores de idade, jovens, homens feitos, filhos, pais...

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM