Sporting

Jorge Jesus: "Não há nada que me possa surpreender"

Jorge Jesus: "Não há nada que me possa surpreender"

Na antevisão ao dérbi de sábado, com o Benfica, Jorge Jesus mostrou-se convicto que as decisões tomadas durante o jogo é que poderão fazer a diferença e considerou que uma vitória diante do eterno rival não irá salvar a época.

"Dentro das limitações temos o Marvin [castigado]. De resto, todos os jogadores estão operacionais. É um jogo que vai ser sempre uma paixão. São jogos com características diferentes, porque há um sentimento diferente. São sempre espetáculo entusiasmante. Espero que os jogadores possam ter qualidade, principalmente os do Sporting, para fazermos um grande jogo e ganhar, que é o nosso grande objetivo", explicou Jorge Jesus, na antevisão ao dérbi de amanhã.

Questionado sobre o encontro com Rui Vitória, o treinador do Sporting não confirmou se iria cumprimentar o seu sucessor no comando técnico encarnado. "Vou estar atento e concentrado no jogo, que é o mais importante", limitou-se a dizer, Jorge Jesus, considerando que a vitória no dérbi não salvará a temporada. "Não salva a época. O Sporting vive de uma identidade de vários anos, de títulos. É verdade que não ganha há muitos anos, mas está num processo de recuperação. Fizemos uma época excelente, no ano passado, e nesta não estamos a discutir os títulos como queríamos. Mas estamos cada vez mais perto".

"Face ao comportamento global da equipa nos últimos jogos e do que conheço do Benfica, não há nada que me possa surpreender para ter que mudar alguma coisa. A estratégia poderá ter alguma influência com o jogo a decorrer. Antes ninguém vai surpreender ninguém", explicou o técnico sportinguista, assegurando que os "treinador serão mais importantes no decorrer do que antes do jogo".

Jorge Jesus afirmou que "Bruno César, Esgaio ou Jefferson" são as hipóteses para substituir Marvin no lado esquerdo da defesa, mas não levantou o véu sobre o jogador que irá ocupar a posição.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM