Autoridade Tributária

Jornal espanhol diz que Ronaldo vai ser acusado de fraude fiscal

Jornal espanhol diz que Ronaldo vai ser acusado de fraude fiscal

O diário digital espanhol El Confidencial noticiou, esta sexta-feira, citando "fontes próximas do processo", que a Autoridade Tributária está a preparar-se para acusar o futebolista internacional português Cristiano Ronaldo de fraude fiscal.

O El Confidencial precisou que o caso é semelhante ao que levou o Fisco espanhol a acusar de fraude fiscal o defesa internacional português Fábio Coentrão, colega de Ronaldo no Real Madrid, no valor de 1,29 milhões de euros, entre 2012 e 2014.

As mesmas fontes adiantaram ao diário espanhol que o processo contra Ronaldo deverá dar entrada em breve na Procuradoria de Madrid, uma vez que o prazo para concluir a acusação por delitos fiscais relativos a 2011 expira a 30 de junho.

O El Confidencial citou uma reposta ao jornal da agência que representa Ronaldo, segundo a qual o avançado, melhor futebolista mundial em 2008, 2013, 2014 e 2016, "nunca teve intenção de defraudar" o Fisco espanhol.

Na terça-feira, a Procuradoria de Madrid apresentou queixa por fraude fiscal contra Fábio Coentrão e o internacional colombiano Falcao, atualmente no Mónaco, que é acusado de ter defraudado o Fisco em 5,66 milhões de euros, entre 2012 e 2013.

Estas denúncias juntam-se às apresentadas pelas autoridades espanholas contra o argentino Angel Di Maria e o português Ricardo Carvalho, quando eram jogadores do Real Madrid e também por alegada evasão fiscal.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado