O Jogo ao Vivo

Desporto

Luís Castro classifica de "dificuldade máxima" receção ao Benfica

Luís Castro classifica de "dificuldade máxima" receção ao Benfica

O treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, classificou, este domingo, de "dificuldade máxima" a receção de segunda-feira ao Benfica, da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol.

"Preparamo-nos da melhor forma e encaramos com serenidade o jogo, algo que é obrigatório ter nestes momentos de maior tensão no campeonato, mas temos consciência que é um adversário muito difícil", afirmou na antevisão à partida de segunda-feira à noite.

Luís Castro lembrou que o treinador do Benfica, Rui Vitória, conseguiu colocar o clube no "caminho do êxito" de forma muito clara, sendo campeão nacional e vencedor da Supertaça e tendo iniciado esta época com seis golos em dois jogos, demonstrado ter "muita qualidade".

Para o técnico do emblema "azul-grená", o Benfica tem a mesma dinâmica ofensiva e a mesma solidez defensiva do que o ano passado, mas acredita que o Chaves irá dar uma resposta positiva.

"Os nossos jogadores também têm muita qualidade e estamos esperançados que o jogo tome o sentido dos pontos para o nosso lado", referiu.

Apesar do grau de exigência do jogo, o 'timoneiro' também acredita que o "fator casa" irá ser uma "mais-valia" para o Desportivo de Chaves que, no seu estádio, cria sempre muitas dificuldades aos adversários, considerou.

"Os adeptos são muito dedicados e envolvidos com o clube, ligação essa que cria condições favoráveis", frisou.

Questionado sobre o jogo da primeira jornada, em Guimarães, de onde saiu derrotado por 3-2, Luís Castro considerou que a equipar vai dar uma resposta diferente, sublinhando, contudo, que esse encontro já é passado.

"Em Guimarães cometemos alguns erros técnicos que já foram analisados, embora não tivéssemos muito tempo para os retificar porque o jogo foi há 72 horas", afiançou.

O Desportivo de Chaves recebe o Benfica na segunda-feira, às 21 horas, em jogo da segunda jornada da I Liga, que será arbitrado por Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM