Desporto

Maria Sharapova admite controlo antidoping positivo no Open da Austrália

Maria Sharapova admite controlo antidoping positivo no Open da Austrália

A tenista russa Maria Sharapova, antiga número um mundial e atualmente na sétima posição do 'ranking' mundial, assumiu hoje que teve um controlo antidoping positivo durante o Open da Austrália.

Sharapova, de 28 anos, revelou que teve um controlo positivo a "meldonium", uma substância que toma desde 2006, mas que se tornou proibida este ano, assumindo que não tinha visto a lista atualizada de produtos proibidos.

"Falhei no controlo e assumo totalmente a responsabilidade por isso", disse Sharapova, em conferência de imprensa, realizada em Los Angeles, nos EUA.

Considerando que cometeu um "erro enorme", a russa considera que deixou ficar mal os seus fãs e o seu desporto, que joga desde os quatro anos e que adora "profundamente".

"Sei que, devido a isto, enfrento consequências e não queria acabar a minha carreira desta forma. Realmente espero que me seja dada uma nova hipótese de jogar este jogo", disse a russa, que acrescentou que desconhece qual será o seu castigo e que está a colaborar com a Federação Internacional de Ténis (ITF).

A russa, de 28 anos e que venceu cinco torneios do "Grand Slam", foi eliminada nos quartos de final do Open da Austrália, que se disputou no final de janeiro.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado