Desporto

Medo leva árbitro Jorge Ferreira a sair de casa

Medo leva árbitro Jorge Ferreira a sair de casa

Jorge Ferreira está assustado com o episódio da noite de segunda-feira em que um grupo de adeptos do F. C. Porto, entre os quais o líder dos SuperDragões, Fernando Madureira, visitou a taberna do pai, em Fafe, e instalou um clima de medo.

O árbitro manteve-se, ontem, durante praticamente todo o dia em casa e saiu apenas para se deslocar ao escritório do advogado que está a trabalhar naquilo que poderão ser os processos a instaurar a quem o tem difamado através dos órgãos de Comunicação Social.

Jorge Ferreira teme pela sua integridade física e pela dos familiares. O JN sabe que o árbitro que dirigiu o polémico Paços de Ferreira-Benfica, da última jornada da Liga, ficou assustado com a presença de elementos dos SuperDragões no estabelecimento do pai e que, de imediato, ponderou contratar segurança privada para o acompanhar nos próximos dias. Já ontem, mais a frio, Jorge Ferreira abandonou essa ideia que, legalmente, não seria fácil de concretizar, já que a contratação de um segurança privado implica requisitos muito rígidos.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Conteúdo Patrocinado