Reação

Nuno Espírito Santo: Castigo a Brahimi "é absurdo"

Nuno Espírito Santo: Castigo a Brahimi "é absurdo"

Treinador do F. C. Porto defende que o argelino foi vítima de uma injustiça em Braga e aponta vitória sobre o Feirense.

Nuno Espírito Santo não se conforma com o castigo de dois jogos aplicado a Brahimi, depois da expulsão na última partida (1-1) com o Sporting de Braga: "Há coisas que são difíceis de explicar. Não se passou nada que justificasse a expulsão e o castigo. Estava lá e vi. É absurdo. Peço que sejam justos e seja reposta a verdade. Estamos solidários com o jogador, que não merecia isto. Como treinador preocupa-me as inúmeras faltas que os adversários têm feito e que condicionam o nosso jogo. Os jogadores do F. C. Porto têm sido vítimas de muitas faltas que têm passado em claro".

O dérbi do fim-de-semana, Sporting-Benfica, interessa, naturalmente, às contas do F. C. Porto, mas o técnico prefere focar as atenções na receção ao Feirense, depois de amanhã: "Sabemos que há três cenários possíveis. Sermos líderes, ficar a um ponto de diferença ou manter os três, mas para isto acontecer temos de vencer o nosso jogo, que é o que nos preocupa. O Feirense tem subido de rendimento, é uma boa equipa, mas no Dragão, com os nossos adeptos, queremos construir uma boa vitória".

A finalizar, Nuno Espírito Santo defendeu André Silva, que não marca há seis jogos: "Não dou eco às críticas. Sei como André trabalha e o que a equipa precisa. Tivemos bons momentos com ele e a confiança nas suas capacidades é máxima".

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM