Desporto

Octávio Machado diz que existem "dois pesos e duas medidas" no futebol português

Octávio Machado diz que existem "dois pesos e duas medidas" no futebol português

O diretor geral do Sporting, Octávio Machado, afirmou este sábado que existem "dois pesos e duas medidas" no futebol português, comparando vários 'casos' de jogadores de Sporting e Benfica.

"Existem dois pesos e duas medidas por exemplo as agressões do Renato Sanches, que foi resolvida em dois dias. A situação do Slimani alguém manteve à tona durante dois meses. As agressões [de Renato Sanches] em Belém e aqui contra o Sporting, que é clara, nítida. Nesse jogo o Adrien levou o vermelho e ainda está com quatro amarelos, e uma atitude daquelas é punida ao contrário. Estou a fazer um alerta, temos de refletir sobre o que tem vindo a acontecer", afirmou na zona mista de Alvalade após a vitória por 5-1 dos 'leões' sobre o Arouca.

O dirigente 'leonino' continuou a falar do campeonato, no qual considera existir "factos que são estranhos".

"Aproxima-se a hora da decisão, faltam sete jornadas e há situações que começam a ficar claras, a comunicação social tem feito através de estatísticas, análises de factos que são estranhos, raros. Há uma das equipas que luta pelo título que não teve penaltis contra, não teve duplos amarelos, não teve vermelhos, não marcaram penaltis contra e o caricato disto é que na Taça de Portugal, Taça da Liga e competições europeias essa equipa tem mais cartões que Sporting e FC Porto", afirmou.

Octávio Machado frisou que devem existir "nomeações criteriosas" na escolha das equipas de arbitragem.

"Vão existir eleições na Federação [Portuguesa de Futebol], espero que a solução seja a melhor para o futebol, espero que na arbitragem possam regressar árbitros internacionais como Jorge Sousa, Hugo Miguel e outros que se afastaram. Esta fase precisa de todos, de nomeações criteriosas, houve uma melhoria das arbitragens de alguns jogos, noutros, há sempre erros, alguns erros enormes. Neste campeonato interessante, o silêncio que alguns apregoam é um ruido enorme, penso que ajudaria se falassem um bocadinho mais baixo", concluiu.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado