Desporto

Tragédia em Paços de Ferreira: Jogador tomba inanimado em campo

Tragédia em Paços de Ferreira: Jogador tomba inanimado em campo

O jogo Águias de Eiriz-Baltar, integrado na Série 2 da 1.ª Divisão da A. F. Porto, terminou em tragédia. Quando estavam decorridos 20 minutos, Jardel, avançado da equipa de Paços de Ferreira, sofreu uma paragem cardiorrespiratória e caiu inanimado em campo.

Empresário na área do mobiliário, o atleta, de 35 anos, foi prontamente assistido pelas equipas médicas dos dois clubes e, posteriormente, pelos bombeiros e pelo INEM. De seguida, foi transportado para o Hospital São João, no Porto, onde se encontrava em coma e a lutar pela vida, na unidade de Cuidados Intensivos. O prognóstico é muito reservado e, segundo o corpo clínico que acompanha o caso, as próximas 24/48 horas serão determinantes.

No momento em que caiu inanimado, Emanuel Soares, nome que consta no bilhete de identidade de "Jardel", foi auxiliado por um jogador do Baltar que, tirando a bandeirinha da mão do árbitro assistente, impediu que o adversário enrolasse a língua. Momentos de grande tensão que relegaram o jogo para segundo plano. Mais tarde, a equipa de arbitragem deu o encontro por concluído, por não estarem reunidas as condições para prosseguir.

Natural de Sobrosa, Paredes, "Jardel" esteve sem jogar dois anos, devido a problemas de saúde. Contudo, a paixão pelo futebol fez com que nunca desistisse de voltar a competir. Recuperou e, há meio ano, realizou uma extensa bateria de exames médicos sob observação de um cardiologista. Conseguido o aval clínico, o avançado aceitou o convite do Águias de Eiriz para regressar ao futebol, cotando-se como um jogador de grande importância na formação orientada por José Manuel.

Pai de uma filha de sete anos e dois gémeos de três meses, Jardel é elogiado por amigos e companheiros de equipa, que o consideram um exemplo dentro e fora de campo.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM