Novo Banco

Novo Banco recua e negoceia saídas por mútuo acordo

Novo Banco recua e negoceia saídas por mútuo acordo

O Novo Banco recuou, para já, na hipótese do despedimento coletivo de 500 trabalhadores e vai negociar rescisões voluntárias.

O objetivo da instituição liderada por Eduardo Stock da Cunha passa, na mesma, pela saída de um total de mil trabalhadores, apurou o Dinheiro Vivo. O despedimento coletivo é o último cenário em cima da mesa.

Contactada pelo Dinheiro Vivo, a comissão de trabalhadores confirma a informação.

Leia mais em Dinheiro Vivo a sua marca de economia

Conteúdo Patrocinado