Economia

Ama dos Espírito Santo perdeu poupanças no BES

Ama dos Espírito Santo perdeu poupanças no BES

Amélia Reis confiou na entidade bancária que levava o nome da família para quem trabalhou como ama. E perdeu tudo! As poupanças de uma longa vida de labuta, que começou aos nove anos.

Desapareceram com o "Poupança Plus" - um produto recomendado por uma agência do BES, em Paris, cidade onde agora reside. Com 57 anos, decidiu regressar a Portugal, no domingo, para confrontar os gestores de conta que, há vários meses, garantem desconhecer o paradeiro do seu pé-de-meia. A antiga ama dos sobrinhos de Ricardo Salgado afirma-se traída por quem lhe mereceu "anos de dedicação". E, por isso, esta manhã de segunda-feira, pretende ser a primeira a entrar nas instalações do Novo Banco, na Rua Augusta, em Lisboa, assim que as portas se abrirem, para reivindicar o montante que lhe pertence.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM