Economia

Carga fiscal total quase ao nível de Vítor Gaspar

Carga fiscal total quase ao nível de Vítor Gaspar

O Governo tem repetido, nos últimos dias, que a carga fiscal deste ano alivia ligeiramente (uma décima do Produto Interno Bruto) face a 2015.

No entanto, usando o conceito vigente nas contas nacionais, que mede o esforço total pedido aos contribuintes (impostos mais contribuições sociais), o nível fiscal vai no sentido exatamente oposto: agrava-se também de forma ténue (0,1 pontos) até 37% do PIB, mostra o Orçamento do Estado para este ano (OE 2016).

Trata-se do segundo maior valor de que há registo. A carga máxima foi alcançada em 2013, o ano do "enorme aumento de impostos" de Vítor Gaspar, então ministro das Finanças do PSD/CDS, hoje no FMI.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Conteúdo Patrocinado