O Jogo ao Vivo

Economia

Fatura de menu deixa comida e bebida a 13% nos restaurantes

Fatura de menu deixa comida e bebida a 13% nos restaurantes

Os empresários da restauração poderão ter de suportar novos custos de adaptação dos sistemas de faturação caso avance a proposta de descida do IVA para 13% a partir de 1 de julho, apenas para a comida, mantendo-se a taxa máxima de 23% para as bebidas alcoólicas e refrigerantes.

Para facilitar, muitos poderão optar pela faturação de menus, onde comidas e bebidas não são discriminadas, aumentando o impacto da medida no Orçamento do Estado.

Se, em vez de faturarem refeições ou água a 13% e bebidas (incluem-se refrigerantes, cervejas, vinhos) a 23%, os restaurantes optarem pela designação de menus, será possível taxar tudo a 13%, no entender de especialistas em Direito tributário consultados pelo JN/Dinheiro Vivo.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado