Páscoa

Portugueses vão viajar mais nesta Páscoa

Portugueses vão viajar mais nesta Páscoa

Os portugueses estão a reservar mais viagens de férias nesta Páscoa, quer para destinos internos, quer para o estrangeiro. Agências de viagens e hotelaria esperam crescimento dos números face ao ano passado.

Algarve, Madeira, Açores e uma série de vários destinos nacionais (serra da Estrela, Douro e Alentejo, especialmente) estão no topo dos destinos preferidos dos portugueses para as miniférias de Páscoa que marcam o arranque do ano turístico, de acordo com a Agência Abreu, a maior rede de agências em Portugal, confirmada também pela Go4Travel, o maior grupo português de agências.

"A efetivação de reservas tem sido bastante elevada e estamos em crer que será superior ao ano passado. Prova disso é o facto de alguns dos destinos estarem quase esgotados (como Cabo Verde) e, para outros, como a Disney, já termos dificuldade em reservar para algumas datas", adiantou Vítor Filipe, presidente da Go4Travel.

Foram também os destinos no estrangeiro que esgotaram mais depressa na Agência Abreu. "Temos Cabo Verde esgotado, e quase a esgotar estão destinos como o Nordeste do Brasil, Caraíbas, Miami e Nova Iorque", adiantou fonte da Abreu, otimista quanto ao "crescimento ligeiro, mas interessante" das vendas face ao período homólogo do ano passado.

Algarve otimista

De acordo com o Hotel Monitor, da Associação da Hotelaria de Portugal, mais de 50% dos hoteleiros preveem que a Páscoa deste ano irá melhorar os indicadores de ocupação, preços e receitas, com a expectativa de crescimento, durante todo o ano, dos mercados espanhol e português.

No Algarve, os hoteleiros estão ainda mais otimistas, visto que a instabilidade em destinos concorrentes desvia turistas estrangeiros e também portugueses para as praias do Sul de Portugal, e a Páscoa em março aumenta o período turístico da região. "Estamos a registar um aumento significativo das reservas face a anos anteriores, não só para a Páscoa, mas também em época baixa", revelou Elidérico Viegas, presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

As previsões da AHETA para este ano eram de +4% na taxa de ocupação e de +6% no volume de negócios. Nesta altura, adiantou Elidérico Viegas, as reservas para a Páscoa já permitem antecipar a superação das expectativas. "Só os portugueses já estão a crescer 5% a 6%, e também temos mais espanhóis", adiantou. Nos hotéis que encerraram no inverno e despertam na Páscoa para o início do ano turístico, "deverá haver algumas unidades muito perto de esgotar".

Conteúdo Patrocinado