Economia

Greve da Ryanair retém portugueses em Madrid

Greve da Ryanair retém portugueses em Madrid

Cerca de 160 passageiros, a maioria portugueses, estavam retidos no aeroporto de Madrid a aguardar um voo para o Porto que não se concretizou devido a uma greve do pessoal de terra da Ryanair.

Um dos portugueses que se encontrava nesta situação explicou à Lusa, a partir do aeroporto de Barajas (Madrid), que o voo estava previsto para as 19.40 horas de sábado (18.40 em Lisboa), tendo o check-in decorrido "normalmente".

No entanto, o voo para o Porto não se concretizou, tendo os passageiros sido informados de que este iria realizar-se a partir das 21.00 horas, o que também não aconteceu.

Este passageiro sabia da greve dos trabalhadores de "handling" da Ryanair no aeroporto da capital espanhola, mas decidiu insistir no voo que não tinha nova hora marcada.

Segundo Paulo Fernandes, em virtude de alguns protestos dos passageiros, indignados com a falta de informação, mas também de uma refeição, este grupo estava a ser vigiado por elementos policiais.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM