Economia

Metro de Lisboa em greve a partir das 5.30 horas

Metro de Lisboa em greve a partir das 5.30 horas

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa iniciam, esta terça-feira, às 5.30 horas, uma dia de greve parcial contra "as perdas de direitos adquiridos" que termina às 12 horas e que deverá suspender a circulação das composições até 10 horas.

Este é o segundo período de uma greve parcial que decorreu já na quinta-feira passada para o protesto contra o fim dos subsídios de férias e de Natal e a retirada de parte do ordenado, "sem razão alguma a não ser a dita crise", disse Anabela Carvalheira, da Federação de Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS).

A greve vai decorrer entre as 5.30 e as 10 horas para os trabalhadores em geral e das 8 às 12 horas para os trabalhadores administrativos, apoio e técnicos superiores.

Devido à paralisação dos trabalhadores, o Metropolitano de Lisboa alertou para a suspensão da circulação do transporte entre as 6 e as 10 horas desta terça-feira.

A empresa espera retomar a normalidade na circulação pelas 10.30 horas.

A FECTRANS aconselha ainda os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa a não fazerem horas extraordinárias durante o 'Rock in Rio', evento de música que se realiza na capital a 25 e 26 de maio e 1, 2 e 3 de junho.

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM