Economia

Milhares de portugueses deixaram de pagar condomínio para poderem comer

Milhares de portugueses deixaram de pagar condomínio para poderem comer

Milhares de portugueses deixaram de pagar condomínio. Alguns há mais de dois anos. A prioridade dos devedores é pôr comida na mesa. Só às empresas gestoras devem mais de mil milhões de euros.

A situação é catastrófica para algumas empresas de administração e gestão de condomínio ouvidas pelo JN, de norte a sul do país.

Todos se queixam do aumento de "incobráveis" - o valor atualmente em dívida dava para pagar a ponte Vasco da Gama e o Hospital da Luz - e falam de "um futuro muito negro". A Deco sugere que "os condóminos que mais podem ajudem a pagar as quotas dos mais pobres".

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Recomendadas

Conteúdo Patrocinado

Outros conteúdos GM