Economia

Ministro da Economia desvaloriza alertas sobre Orçamento

Ministro da Economia desvaloriza alertas sobre Orçamento

O ministro da Economia considerou que os alertas do Conselho Económico e Social devem ser vistos "em contexto", reafirmando que o Orçamento do Estado para 2016 "cria confiança" na retoma do investimento e "dá estímulos" à economia.

Em Guimarães, à margem da apresentação do programa "Guimarães Marca", Caldeira Cabral, questionado sobre o alerta do CES, defendeu ainda que o OE2016 é uma mais-valia para as empresas ao "ajudar" no acesso ao financiamento.

O presidente do CES, Luís Filipe Pereira, numa audição no parlamento no âmbito do OE2016, reiterou o alerta para os riscos elevados de concretização e de conciliação do cenário macroeconómico apresentado na proposta de orçamento com os objetivos de consolidação orçamental.

O CES considerou que o aumento de 2,9% da receita fiscal prevista no Orçamento ameaça o crescimento da economia, o investimento e o emprego, pelas suas implicações no consumo e na competitividade das empresas

"Tem que ser vista em contexto [os alertas do CES]. Sem dúvida que este Orçamento dá estímulos à Economia, vai ajudar as empresas na sua atividade porque vai ter mais procura e vai ajudar a ter mais confiança para a retoma do investimento", defendeu o titular da pasta da Economia.

Mas, salientou o governante, o OE2016 "não faz só isso".

"Para além de criar confiança na procura interna e no aumento da capacidade de mobilização da procura interna, estamos também, por outro lado, a ajudar as empresas a ter acesso a financiamento", apontou.

O programa "Guimarães Marca" é um projeto de "afirmação e promoção" económica e cultural e quer "levar a cidade aos cinco continentes" através de um "selo" colocado nos produtos das empresas aderentes.

O objetivo é ser um "polo agregador" de empresas para promoção nacional e internacional, captar novos investimentos e levar a marca Guimarães a feiras internacionais.

O "Guimarães Marca" arrancou hoje com a adesão de 23 empresas, que vão colocar o referido "selo" nos seus produtos, um QRCode que dá a conhecer, através de um vídeo de oito minutos a cidade de Guimarães quer na vertente turística, quer na vertente industrial.

Recomendadas

Outros conteúdos GM

Conteúdo Patrocinado