Economia

CEO da Google é o mais bem pago dos EUA

CEO da Google é o mais bem pago dos EUA

O diretor executivo da Google, Sundar Pichai, foi premiado com 178 milhões de ações, tornando-se no CEO no ativo mais rico dos Estados Unidos.

O dinheiro foi recebido através da Alphabet - empresa mãe da Google. Evidentemente, ele não irá desfazer-se de todos os seus ganhos, mas este prémio compõe uma boa base para os dividendos que recebe trimestralmente. O valor total das suas ações atinge agora 583 milhões de euros.

No que toca a riqueza acumulada não supera ainda os fundadores da Google, Larry Page e Sergey Brim, detentores de fortunas no valor de 31,3 mil milhões e 30,4 mil milhões. Somados, os dois, têm 61,7 mil milhões de euros, quase tanto como o que a "troika" emprestou a Portugal (78 mil milhões).

Pichai, de 43 anos, está na companhia desde 2004, e foi responsável pela comercialização de produtos como Google Chrome e Chrome OS e ainda pelo Google Drive.

Entre os mais bem pagos diretores executivos dos Estados Unidos estão John Hammergren, da farmacêutica McKesson; Ralph Lauren, fundador desta marca de roupa; Richard Kinder, da empresa de energia com o mesmo nome; George Paz, da empresa de serviços farmacêuticos Express Scripts; Jeffery H Boyd, responsável pela empresa de turismo Priceline, entre outros.

Conteúdo Patrocinado