Economia

Soares dos Santos é o homem mais rico de Portugal

Soares dos Santos é o homem mais rico de Portugal

Soares dos Santos, da cadeia Pingo Doce, é o homem mais rico de Portugal, ultrapassando Américo Amorim que, juntamente com os 24 mais afortunados, empobreceram este ano 17,5% face a 2011, segundo contas da revista Exame.

Na habitual lista anual dos 25 mais ricos de Portugal, a Exame conclui que as maiores fortunas portuguesas somaram este ano 14,4 mil milhões de euros, uma queda de 17,5% face ao ano anterior.

"2012 é o ano em que os ricos estão mais pobres", lê-se na edição de agosto daquela publicação, que dá conta da queda generalizada das fortunas portuguesas, à exceção da dos acionistas da Jerónimo Martins, cadeia de supermercados liderada por Soares dos Santos.

O total das 25 maiores fortunas equivale a 8,4% do Produto interno Bruto (PIB) português de 2011, a preços de mercado, uma queda face ao peso de 10,1% do ano anterior.

O homem-forte da Jerónimo Martins, Alexandre Soares dos Santos, substituiu este ano Américo Amorim na liderança do ranking, uma vez que a sua fortuna cresceu este ano 8%, para 2,1 mil milhões de euros.

O empresário tinha passado do quarto lugar em 2010 para segundo em 2011, depois de ter registado uma fortuna de 330 milhões de euros quando o ranking da revista surgiu, em 2004.

Américo Amorim tem como grandes ativos as participações na Corticeira Amorim e na Galp Energia e tornou-se há quatro anos no homem mais rico de Portugal, caindo este ano para segundo lugar, depois da sua fortuna recuar 24,4% para 1,9 mil milhões de euros.

A Guimarães de Mello é a família mais rica de Portugal pois, apesar de verem a sua fortuna cair 30,4% em 2012, a família Guimarães de Mello subiu de quarto para o terceiro lugar no ranking, com 700,1 milhões de euros de fortuna, num ano que tem sido marcado pela OPA (Oferta Pública de Aquisição) sobre a Brisa.

Belmiro de Azevedo, o líder da cadeia de supermercados Modelo-Continente, concorrente do Pingo Doce, que já foi o homem mais rico de Portugal, ocupa este ano o quarto lugar no ranking, com a sua fortuna a diminuir 47,5% para 681 milhões de euros.

A mulher mais rica do país, e a primeira a aparecer individualmente no top 10 das 25 maiores fortunas, é Maria Isabel dos Santos, uma das principais acionistas da Jerónimo Martins, que ocupou este ano o nono lugar no ranking, com uma fortuna de 542,3 milhões de euros.

A mulher mais rica do ano passado, Maria do Carmo Moniz Galvão Espírito Santo, do Grupo Espírito Santo, cai este ano do oitavo para o 12.º lugar no ranking, com uma redução de 22,6% na sua fortuna, avaliada em 500 milhões de euros.

Os dez mais ricos são: Alexandre Soares dos Santos, 2.070 milhões de euros, Américo Amorim, 1.955,9 milhões de euros, família Guimarães de Mello, 700,1 milhões de euros, Belmiro de Azevedo, 680,9 milhões de euros, família Alves Ribeiro, 650,8 milhões de euros, Rita Celeste Violas e Sá e Manuel Violas, 609,3 milhões de euros, família Cunha José de Mello, 560 milhões de euros, Fernando Figueiredo dos Santos, 542,3 milhões de euros, Maria Isabel dos Santos, 542,3 milhões de euros, e Luís Silva e Maria Perpétua Bordalo Silva, 521 milhões de euros.

Conteúdo Patrocinado